Notícias Recentes

Vacinas podem causar lesão cerebral permanente em crianças

Vacinas podem causar lesão cerebral permanente em crianças

O cérebro de uma criança é vulnerável, mas é principalmente vulnerável aos coquetéis químicos das vacinas de supostamente "imunizar", que são injetadas no tecido muscular, que acabam atravessando a barreira hematoencefálica e causando danos ao sistema nervoso central e ao cérebro. Há muito o que abordar aqui em muito pouco tempo, então vamos direto ao assunto.

A indústria de vacinas está completamente "imune" a ser processada em um tribunal por qualquer pessoa que se encontre com seus filhos feridos pela carga insana de produtos químicos agora encontrados em todas as vacinas, incluindo vacinas contra influenza (vacinas contra a gripe). Isso permite que os fabricantes de vacinas usem virtualmente QUALQUER organismo químico geneticamente modificado , vírus, bactéria, células de rim de macaco, células abortadas, metais pesados como alumínio, mercúrio, entre outros ingredientes estranhos usados como adjuvantes em vacinas, como ingredientes de "estimulação" do sistema imunológico, vacinação, sem nunca testar nada de segurança ou eficácia.

Os fabricantes de vacinas poderiam literalmente usar veneno de cobra, urânio, plutônio ou césio 137 em uma inoculação e, se matasse um adulto, criança, bebê ou mulher grávida e seu filho ainda não nascido, eles não poderiam ser processados. A indústria de vacinas tem seu próprio tribunal de justiça, seus próprios juízes e um fundo escasso para manter os pais calados e manter esses casos fora da mídia, e funciona. Você já viu alguém no noticiário da televisão ou leu algum artigo de jornal sobre alguém ou seu filho que foi ferido por uma vacina? Isso nunca irá acontecer, já que se alguém dizer algo contra as vacinas será preso ou rotulado de louco, conspiracionista entre outros rótulos usados para desacreditar o denunciante - Embora milhões e milhões de dólares tenham sido pagos devido à violência causada por vacinas, nenhuma história chega aos principais meios de comunicação.


A ativação do sistema imunológico desencadeada por alumínio durante os primeiros anos de desenvolvimento do cérebro pode resultar em lesão cerebral permanente


As citocinas (sinais do sistema imunológico) controlam o desenvolvimento do cérebro humano e interromper esses sinais naturais usando produtos químicos e toxinas de metais pesados ​​não é natural e provou causar lesão cerebral permanente. Por quê? O alumínio estimula e desencadeia no cérebro o que a indústria científica e de doenças infecciosas conhece como interleucina-6 (IL-6). O problema surge quando o alumínio também estimula a ativação do Th2, o que prejudica o desenvolvimento do cérebro , segundo pesquisas realizadas em animais. Portanto, apesar dos mitos abarrotados perpetuados pela pró-vacina e pela máquina de assistência médica “alopática”, certamente existe uma conexão entre a toxicidade do alumínio adjuvante e a ativação imune e autismo e outros problemas neurológicos.

Além disso é sabido que os adjuvantes de alumínio não são eliminados com segurança do corpo, como assumido pelos defensores da vacina. Em vez disso, eles são absorvidos pelas células do sistema imunológico (macrófagos) e transportados pelo corpo, inclusive para o cérebro. O adjuvante de alumínio pode causar lesão cerebral e doenças autoimunes.

Lesão Cerebral de Ativação Imune 



O desenvolvimento do cérebro humano é controlado por sinais do sistema imunológico (isto é, “citocinas”). A ativação do sistema imunológico durante o desenvolvimento do cérebro causa interrupções nesses sinais, resultando em lesão cerebral permanente. A lesão se manifesta como autismo, esquizofrenia e outras doenças mentais. Provou-se que reações adversas à vacina estimulam uma citocina (interleucina-6) que provou causar autismo. Há uma grande quantidade de pesquisas sobre isso, por muitos laboratórios em todo o mundo, mas a conexão com as vacinas está sendo negligenciada.

Portanto, quando o pediatra garante que todas as vacinas são "seguras e eficazes", ele está chutando as cegas ou sabem, se todos lerem a bula saberão que a inserção da vacina (que ninguém nunca lê ou mostra aos pacientes) alerta também o contrário. A maioria das vacinas de hoje contém ingredientes alucinantes (literalmente) que você nunca daria para o seu filho ou colocava na pele do seu bebê, muito menos injetava, se você soubesse.

Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)