Notícias Recentes

Canela para diabetes: Controle seus níveis de açúcar no sangue com essa especiaria

Canela para diabetes: Controle seus níveis de açúcar no sangue com essa especiaria

A canela possui uma série de benefícios. Ele ajuda a prevenir e combater o diabetes, controlando os níveis de açúcar no sangue e aumentando a sensibilidade à insulina. Esta especiaria originária da Ásia, mais precisamente do Sri Lanka, também contribui para o emagrecimento por ter uma ação termogênica. Estudos apontam que a canela ajuda a diminuir o colesterol total  ruim, LDL, e também os níveis de triglicérides.

Além disso, o alimento possui forte ação antioxidante e anti-inflamatória colaborando para a prevenção de doenças degenerativas como o Alzheimer e tumores e ajudando a combater resfriados. A canela possui boas quantidades de cromo, nutriente responsável pelo efeito de melhora na sensibilidade à insulina e no controle glicêmico, fazendo com que o nutriente beneficie pessoas com diabetes.

A especiaria também conta com o polifenol MHCP que pode melhorar a ação da insulina nas células, contribuindo para regularizar os níveis de glicose no sangue. Isto faz com que o nutriente seja interessante para o controle do diabetes tipo 2. Além disso, a canela é rica em compostos fenólicos que possuem uma atividade antioxidante, ou seja, neutralizam os radicais livres e podem assim prevenir o envelhecimento precoce, doenças degenerativas como o Alzheimer e tumores.

A canela também tem uma ação anti-inflamatória devido ao cariofileno, nutriente que integra sua composição. Isto faz com que o consumo da especiaria seja indicado para quem sofre com problemas inflamatórios, entre eles a obesidade.

Reduz os níveis de açúcar no sangue e melhora o controle glicêmico


Embora a pesquisa sobre os efeitos da canela no açúcar no sangue ainda não seja definitiva, o que surgiu é promissor. Como uma meta-análise que analisou 8 estudos anteriores mostrou, a canela mostrou potencial na redução do açúcar no sangue em diabéticos. Quando os indivíduos receberam canela inteira ou um extrato de canela, resultou em uma redução significativa nos níveis de açúcar no sangue em jejum, levando os pesquisadores a dizer que a canela poderia ser uma terapia alternativa útil para pessoas com diabetes tipo 2 ou pré-diabetes. O tipo de canela não foi especificado neste caso.

Outra meta-análise de 11 estudos encontrou resultados semelhantes. Quando os diabéticos tipo 2 receberam suplementos de canela em doses variando de 120 a 6.000 mg / dia durante 4-16 semanas (dependendo do estudo), todos os estudos relataram alguma redução nos níveis de açúcar no sangue em jejum. Dos 11 estudos, 7 utilizaram canela de cássia,  utilizou canela de Ceilão, enquanto 3 não especificaram se Ceilão ou canela de cassia foi usada.

Todos os 11 estudos também relataram um impacto positivo nos níveis de Hb1Ac, uma medida que ajuda a indicar qual foi a faixa de nível de açúcar no sangue nos últimos 2 a 3 meses. Quando a glicose se acumula no sangue, ela se liga à hemoglobina presente nos glóbulos vermelhos (RBCs) e permanece ligada a eles até que os RBCs acabem morrendo (após 3 meses). Assim, o teste de hemoglobina glicada fornece uma boa noção do seu controle glicêmico ao longo de 3 meses. A redução nos níveis de Hb1Ac em todos os 11 estudos indica que tomar canela não apenas tem um impacto imediato nos níveis de açúcar, mas também pode se traduzir em um melhor controle glicêmico em geral. 

Imita a insulina e aumenta a sensibilidade à insulina


Quando você tem diabetes tipo 2, a resposta do corpo ao hormônio insulina fica comprometida. Isso resulta em metabolismo anormal de carboidratos e níveis elevados de glicose no sangue. Estudos em animais e em laboratório mostraram que a canela pode imitar efetivamente a insulina e até tornar a insulina no corpo mais eficiente. Isso, por sua vez, melhora a sensibilidade à insulina no corpo, ajuda as células do corpo a responder melhor à insulina e facilita o transporte mais suave da glicose. Assim, a canela tem potencial como remédio alternativo não apenas para diabéticos, mas também para pessoas com pré-diabetes ou que mostram sinais iniciais de resistência à insulina. 4 5 Estudos em humanos confirmam isso - como um pequeno estudo descobriu, durante duas intervenções de 14 dias, quando os indivíduos receberam 3 g de canela por dia, eles viram uma melhora na sensibilidade à insulina e no controle glicêmico.

Pensa-se que componentes como cromo e polifenóis na canela sejam responsáveis ​​por esse efeito. Considera-se especialmente que um composto químico chamado polímero de metil-hidroxicconcone (MHCP) na canela seja responsável por sua atividade de imitação de insulina. Estudos mostram que o MHCP tem a mesma atividade biológica que a própria insulina. Aumenta a captação de açúcar no sangue pelas células e estimula a síntese de glicogênio. 

Fontes:

Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)