Notícias Recentes

Âncora da ABC News admite encobrimento dos estupros de Jeffrey Epstein pela grande mídia

 Âncora da ABC News admite encobrimento dos estupros de Jeffrey Epstein pela grande mídia

Um novo vídeo publicado pelo Project Veritas revela a âncora da ABC News nos "bastidores", com seu produtor - Amy Robach, admitindo em um microfone quente que sua rede deliberadamente encobriu os crimes de estupro em massa de crianças de Jeffrey Epstein, a fim de proteger Bill Clinton e o príncipe Andrew.


Como o Natural News informou , existem conexões profundas e sombrias entre os Clintons, e o "avião de estupro" do Lolita Express dirigido por Jeffrey Epstein, o MIT Media Lab e Bill Gates e Melinda Gates, que apoiaram financeiramente alguns dos atores dessa hedionda conspiração. A mídia faz parte de uma enorme conspiração criminosa que atacava crianças inocentes . O ABC News é dirigido por pessoas que são cúmplices de estupro infantil, e toda a grande mídia está figurativamente "estuprando" os EUA. relata no Naturalnews


• Amy Robach: “Tivemos todas as alegações dela sobre o príncipe Andrew ... fiquei um pouco preocupado com o motivo de não conseguir seguir em frente.”
• Amy Robach descreve como ela entrevistou uma mulher que teve a coragem de avançar “Anos” atrás sobre Epstein: “Ela tinha fotos, tinha tudo. Ela estava escondida por doze anos. Nós a convencemos a sair. Nós a convencemos a falar conosco.• Amy Robach detalha a resposta inicial da ABC a ela: “Quem é Jeffrey Epstein? Ninguém sabe quem é. Esta é uma história estúpida• Amy Robach: “Agora tudo está saindo… eu tinha tudo isso…”


(Nova York, NY) As imagens recentemente reveladas vazadas por um especialista da ABC expuseram como os executivos da rede rejeitaram alegações contra Jeffrey Epstein anos atrás, mesmo que houvesse conteúdo sobre o mérito dessas alegações em mãos.

Amy Robach, co-apresentadora do 'Good Morning America' e apresentadora de notícias de última hora na ABC, explica como uma testemunha foi apresentada anos atrás com informações relativas a Epstein, mas a ABC News, da Disney, se recusou a divulgar o material por anos. Robach exala sua raiva em um momento de "microfone quente" com um produtor externo, explicando que a ABC anulou a história nos estágios iniciais. “Eu tive essa entrevista com Virginia Roberts (agora Virginia Guiffre) [suposta vítima de Epstein]. Nós não o colocaríamos no ar. Hum, primeiro de tudo, me disseram “Quem é Jeffrey Epstein. Ninguém sabe quem é. Esta é uma história estúpida.

Ela continua: "O Palácio descobriu que tínhamos todas as suas alegações sobre o príncipe Andrew e nos ameaçava de um milhão de maneiras diferentes".

Robach continua expressando que acredita que Epstein foi morto na prisão dizendo: “Então eu acho que ele foi morto? 100% Sim, eu sei ... Ele ganhava a vida toda chantageando as pessoas ... Sim, havia muitos homens naqueles aviões. Muitos homens que visitaram a ilha, muitos homens poderosos que entraram naquele apartamento.

Robach repete uma declaração profética supostamente feita pelo advogado Brad Edwards “… [chegará] um dia em que perceberemos que Jeffrey Epstein era o pedófilo mais prolífico que este país já conheceu”  Robach afirma “eu o tive nos últimos três anos atrás."

O Projeto Veritas pretende continuar sua investigação sobre corrupção na mídia convencional. Incentivamos que os bravos membros dessas organizações apresentem qualquer informação que tenham, para que o público saiba o que realmente está acontecendo nessas empresas de mídia.

Ative legendas


Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)