Notícias Recentes

Saiba como combater os efeitos de agrotóxicos nos alimentos

Saiba como combater os efeitos de agrotóxicos nos alimentos

O uso intensivo dos pesticidas nas plantações tem envenenado nossos alimentos. Por isso, algumas medidas são necessárias para minimizar os efeitos nocivos dos agrotóxicos em nossa saúde. De acordo com informação da entidade PROTESTE - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, cerca de 70% dos alimentos consumidos no Brasil contêm aditivos químicos e, dessa forma, nosso país está em 1º lugar na lista dos que mais utilizam agrotóxico, e isso ocorre desde 2009!!!

A associação Proteste realizou teste com 30 amostras de alimentos em supermercados e feiras nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro e constatou que em 14% das amostras, os níveis de pesticidas estavam acima do índice estabelecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e 37% continham substâncias não permitidas para o plantio ou proibidas no Brasil.

Dentro desse contexto, é recomendável que o consumidor tome certas precauções, evitando ao máximo o contato com esses venenos ou pelo menos reduzindo os seus possíveis malefícios.



Como evitar consumir alimentos com pesticidas


A sugestão aqui é: se tiver um pedacinho de terra, plante, pois quem planta, tem mais segurança do que está consumindo!


O ideal, se possível, é não consumir alimentos com agrotóxicos e para isso existem duas alternativas:

Formas de reduzir o excesso de substâncias agrotóxicas dos vegetais


Caso, não seja possível consumir alimentos sem agrotóxicos, a alternativa é tomar as seguintes medidas:


  • Dê preferência por consumir as frutas e verduras da estação, pois, tendem a ter menos agrotóxicos, além disso, no período de safra, as frutas, legumes ou verduras têm melhor qualidade nutricional, são mais frescas, têm mais sabor e são mais baratas. Fora de época, é quase certo que esses alimentos tenham recebido sobrecarga de agrotóxicos.
  • Antes de consumir os vegetais com casca, os descasque, pois, na casca se concentra a maior parte das substâncias pesticidas.
  • Higienize bem frutas, legumes e verduras, para isso, lave-os em água corrente, em seguida, coloque-as em uma solução com vinagre, na medida de 4 colheres de sopa de vinagre para 1 litro de água ou em uma solução com bicarbonato de sódio, na dose de 1 colher de sopa de bicarbonato para 1 litro de água e deixe de molho por 20 minutos, depois, enxágue bem.
  • O site Everyday Roots sugere lavar frutas e verduras com água e vinagre. Em uma tigela, despeje vinagre, 1 parte por 2 de água (por exemplo, 1 xícara de vinagre e 2 xícaras de água). Mergulhe as frutas e verduras nessa solução por 15-30 minutos. Enxágue com água fria.
  • O Blog Daily Mom sugere a receita de uma solução desinfetante "faça você mesmo" para lavar frutas e legumes no lugar de soluções "lava-frutas" e "lava-verduras" que encontramos nos supermercados. Para prepará-lo em casa você vai precisar de:

  • 1 colher de sopa de suco de limão

    2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio

    1 xícara de água (cerca de 250 ml)

    Junte todos os ingredientes em uma tigela e mexa até que o bicarbonato se dissolva totalmente. Despeje a solução em um borrifador e pulverize-o sobre os alimentos. Deixe agir por 5-10 minutos e se necessário escove-os para retirar os resíduos mais difíceis. Depois enxague normalmente.

Essa higienização reduz contaminações microbiológicas e uma parte dos resíduos agrotóxicos, entretanto, não elimina por completo as substâncias pesticidas absorvidas pelo vegetal, seja como for, é uma forma de diminuir as toxidade contida neles, devido ao uso desses venenos nas plantações.



Fonte: greenme.com.br/

Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Coletividade Evolutiva

Site: Coletividade Evolutiva
O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos. (Saber Mais)