A pilula fosfoetanolamina: Cura o câncer, porém negada por gananciosos

A pilula fosfoetanolaminaque: Cura o câncer , porém negada por gananciosos

O que se faz quando toda revista, artigos, a grande mídia, ONGs do câncer, "médicos", "órgão reguladores" instituições governamentais, entre outros relacionados a indústria farmacêutica - nada mais são do que asseclas interligados aos tentáculos do grande polvo que é a grande indústria farmacêutica - Todos são comprados, e financiados por está, e por isso trabalham em favor da grande e poderosa indústria do crime da saúde do mundo.

A Ciência fraudulenta é abundante em todo o mundo, e é devido ao poder de influência monetária exercido pela grande indústria farmacêutica, o gigantesco cartel de corporações farmacêuticas nacionais e internacionais, iniciado há mais de 100 anos por um dos maiores eugenistas da nossa história, os Rockefellers.

Como diz o Robert F Kennedy, Jr. Até mesmo os editores das principais revistas médicas e científicas admitem que as empresas farmacêuticas tomaram o controle da indústria de publicações médicas completamente que a maioria dos artigos revisados ​​por pares sobre produtos farmacêuticos são produto de manipulação e fraude. Em 2003, o Dr. Richard Horton, editor-chefe da The Lancet, a revista médica de maior prestígio do mundo, reconheceu que os periódicos revisados ​​por especialistas "se dedicaram às operações de lavagem de informações para a indústria farmacêutica". voltar-se para a escuridão. ”


O dinheiro compra e financia uma pesquisa que favoreça aos interesses das corporações. Por isso não mé é de admirar , dada a história da medicina ocidental Rockefeller e o fato de que o padrão de modelo de negócios da indústria farmacêutica, baseia-se na “gestão” da doença, “tratar” os sintomas e manter os pacientes na roda das doenças, e dos efeitos colaterais até o fim da vida, em vez de os curar completamente.



Pilula do câncer cura e salva vidas, apesar da ciência fraudulenta negar os fatos


Digo isso, por uma dica dada de um caro leitor do Coletividade Evolutiva, que vem se evoluindo nessa jornada do despertar social, e ficamos felizes por isso. Essa dica é a PILULA QUE CURA DO CÂNCER, criada pelo professor e cientista Gilberto Orivaldo Chierice, e o 
oncologista Renato Meneguelo e o bioquímico Marcos Vinícius de Almeida, conhecidos por ter desenvolvido a fosfoetanolamina sintética, uma alternativa eficaz ao combate ao câncer, apesar da grande mídia como a Rede globo, e a ciência fraudulenta, tentarem negarem o que é inegável, pois se pessoas que tinha câncer confirmaram em depoimentos emocionados, afirmando a eficacia desse grande medicamento na cura contra o câncer, não à mais o que testar, em ratos ou camundongos, um ser humano que se curou do câncer tomando a pílula vale mil vezes mais que centenas de testes em ratos em laboratórios, que ainda são financiados pela a grande indústria da doença, no qual por sua vez trabalham em favorecimento dos interesses desse poder gigantesco.

Gilberto Orivaldo Chierice, era um professor aposentado do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), campus de São Carlos, estava internado no Hospital Instituto de Moléstias Cardiovasculares. Segundo informações ele morreu em julho deste ano, e a causa da morte não foi divulgada, o que nós leva ainda mais a suspeitas do poderio da grande indústria. Não podemos afirmar, mas também não podemos aceitar do porque a causa da morte não foi divulgada, porque tanto mistério em um popular e admirado professor e cientista que estava salvando milhares de vidas? Será que ele não foi intencionalmente silenciado assim como a sua fosfoetanolamina sintética pelo o poderio de interesse da indústria farmacêutica? Recomendado: A FRAUDE DA QUIMIOTERAPIA É EXPOSTA: PESQUISADORES CONFIRMARAM

No Brasil foi denominada como "pílula do câncer" e depois foi negada por interesses corruptos, com a controvérsia promovida da grande mídia fascista, jurídica e política. Apesar disso, foram realizadas tentativas de legalização da fosfoetanolamina para uso como suplemento alimentar, denunciadas pela Sociedade Brasileira de Química. Os testes com a fosfoetanolamina sintética feitos pelo Instituto do Câncer de São Paulo demonstraram que a pilula não teve efeito sobre tumores sólidos avançados, o que levou o Instituto a suspender novos testes. Apesar dessas negações, suponho que favorece os interesses da grande indústria farmacêutica, e obviamente o instituto do câncer, sem câncer não existirá, e igualmente a Sociedade Brasileira de Química, sem química que favoreça os interesses da indústria farmacêutica não será mais financiada pela a tal - então como podemos acreditar que eles estão realmente preocupados com a saúde do povo? Quando claramente nos deixa claro pra quem eles trabalham e pra quem eles existem?

Apesar disso os estudos realizados é que ouve realmente distúrbios, e manipulação, para considerar a pilula ineficaz, ouve-se alegações de falhas graves na metodologia dos testes e levantaram suspeitas de fraude nos estudos, o que levou a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a instaurar uma CPI sobre o assunto.


Além disso a Anvisa diz que não foi registrado, qualquer pedido de registro da fosfoetanolamina, seja na forma de suplemento, seja na forma de medicamento. A fosfoetanolamina não é uma substância proibida, mas há relatos que sim. Apesar disso a fosfoetanolamina já é comercializada em outros países em forma de suplemento alimentar, no qual você pode encontrar na loja online oficial do produto. 

Mas em fim, a verdade é que se alguns dos tratamentos naturais e alternativos, no qual, não se podem patenteá-los ou que não pertencem a indústria farmacêutica  para o combate ao câncer ou qualquer outra doença incurável -  como essa pilula milagrosa do professor e cientista Gilberto Orivaldo Chierice, fossem aprovados legalmente, a grande indústria farmacêutica perderia bilhões. Pois o tratamento com a fosfoetanolamina ganhariam mais força, e claro, são altamente funcionais e baratos, o que consequentemente levaria as quimioterapias, radioterapias, entre outros tratamentos convencionais altamente caros da indústria farmacêutica ao seu fim. Por isso a indústria farmacêutica irá destruir, desacreditar e difamar qualquer, site ou  pessoa ou cientista que ouse tornar público a verdade sobre reverter ou cura do câncer, ou qualquer outra doença aparentemente incurável.




Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)