Notícias Recentes

Remédios para refluxo e azia contaminados com químicos cancerígenos, e como se tratar naturalmente

Remédios para refluxo e azia contaminados com químicos cancerígenos, e como se tratar naturalmente

Há algo de obscuro na grande indústria farmacêutica, que diz às pessoas para tomar remédios contra azia - como uma "primeira linha de defesa" contra doenças comuns, como um estômago em chamas. Pense a respeito: se a causa da azia é principalmente relacionada ao estilo de vida, você pensaria que os tratamentos contra a azia simplesmente se concentrariam no estilo de vida - certo? Bem, não é assim, diz grande indústria farmacêutica ver, e pretende que o faça.

De acordo com a pesquisa, que envolveu mais de 200 mil voluntários, o uso prolongado de Inibidores da Bomba de Prótons (IBP), que incluem por exemplo, o Omeprazol, Pantoprazol e Lansoprazol, foi relacionado ao aumento dos riscos de várias doenças e morte prematura.

O trabalho mostrou que os riscos a saúde associados aos IBPs aumentaram com o uso prolongado. As chances de morte em 10 anos foram 63% a 71% maiores entre os pacientes que usaram as drogas por pelo menos um ano, em comparação àqueles que as usaram por apenas alguns meses. Recomendado: Os benefícios do Vinagre de maçã orgânico cru para a saúde

Um outro estudo, realizado pela Universidade de Hong Kong em parceria com a Universidade College London, já havia mostrado que remédios inibidores da bomba de prótons aumentam em até 2,4 vezes o risco de câncer de estômago.

Uma pesquisa que avaliou mais de 173 mil pessoas que usaram o remédio e outras 20 mil que tomaram uma alternativa conhecida como bloqueadores do receptor de histamina H2 descobriu que grande porcentagem desses pacientes que tomava os inibidores passou a apresentar mais problemas renais do que aqueles que se tratavam com a histamina. Os riscos de desenvolver insuficiência renal eram aumentados em até 96% entre os primeiros pacientes. Recomendado: Melhorando a digestão:11 alimentos que regulam o intestino



Produtos químicos causadores de câncer encontrados no popular remédio para azia


De acordo com a indústria farmacêutica, tudo o que você precisa fazer é tomar um medicamento popular para azia, como a ranitidina (marca Zantac). Ignorando os efeitos colaterais desagradáveis ​​da ranitidina, as propagandas da TV continuam a impulsionar o produto e sugerem que, de alguma forma, você se sentirá magicamente melhor tomando algumas pílulas e não mudando seus hábitos alimentares. Recomendado: 15 benefícios ao beber chá de erva-doce

Infelizmente, efeitos colaterais desagradáveis ​​não são a única coisa com que as pessoas que tomam Zantac devem se preocupar. Segundo estudos relatados, mostram que a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA encontrou produtos químicos causadores de câncer em Zantac .

A ranitidina é um bloqueador da histamina-2 e reduz a quantidade de ácido no estômago. Historicamente falando, tem sido usado para tratar doenças como úlceras, azia e doença do refluxo gastroesfágico (DRGE).

A azia - que acontece quando o ácido do estômago é forçado a voltar ao esôfago - inclui sintomas reveladores, como soluços e uma sensação de queimação desconfortável no peito. Mas, os efeitos colaterais da ranitidina podem ser ainda mais desconfortáveis ​​do que a condição que supostamente trata!

  • A lista duvidosa de efeitos colaterais inclui:
  • Dores de cabeça severas
  • Diminuição do desejo sexual e impotência
  • Tonturas e sonolência
  • Problemas de sono como insônia
  • Diarréia, constipação, náusea, vômito e dor de estômago
  • Seios inchados ou sensíveis nos homens

Cure sua azia, gastrite, refluxo naturalmente com essa dica chave do Dr.  Lair Reibeiro





Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)