Notícias Recentes

Pau-ferro – Uma medicina natural completa para a saúde

Pau-ferro – Uma medicina natural completa para sua saúde

O pau-ferro, Caesalpinia ferrea, é uma árvore abundante nas matas dos estados que vão desde São Paulo até o Piauí. Madeira dura, de ferro, como o nome bem diz, também é conhecida como jucá, jucaina e diversos outros nomes de origem indígena. Mais do que duro e forte, e bastante usado na fabricação de instrumentos musicais, o pau-ferro é uma planta medicinal muito usada contra bronquites, reumatismo e sífilis , além de ter efeitos na cura de úlceras gástricas. 

Na medicina popular se usa o chá de casca de jucá para tratar diabetes, pois ajuda a diminuir o volume da urina e a sede. 

Também é usado como anti-inflamatório para todo tipo de problemas catarrais de peito, garganta e nariz. Se trata tosse, reumatismo, hemorragia, gota, cólicas intestinais, disenteria, hemorroidas, problemas cardíacos. É febrífugo, expectorante, tônico e vitalizante. Também é cicatrizante, tanto para uso interno como externo. Mas, no norte do país se usa o pó da casca do jucá para tratar os males de fígado e estômago(cada região tem suas dicas tradicionais). 

Todos os usos mencionados acima são, na verdade, comprovados empiricamente pois, são séculos de experimentações positivas (e outras nem tanto) dos curandeiros e pajés que conhecem essa planta. Mas, o pau-ferro vem sendo estudado na academia desde a década de 1990, em busca das explicações do porquê funcionaria tão bem assim - se quiser, dê um Google acadêmico com as palavras chaves "Caesalpinia ferreamedicinal" e se deleite com a enorme quantidade de artigos científicos e pesquisas, em todo o país, e para todo tipo de uso medicinal desta planta. Dentre tantos artigos, destaco este aqui e este aqui

E também para tratamentos dermatológicos, o jucá vem sendo estudado, na Universidade Federal do Amazonas, para clareamento da pele (ouça mais, aqui o aúdio com a entrevista ao professor Emerson Silva Lima à rádio EBC. Segundo o professor, o uso do extrato de jucá pode promover a redução da produção de melanina, prevenindo o aparecimento de novas manchas e regredindo as existentes. 

Na internet você encontrará muitos artigos sobre o uso medicinal do pau-ferro pois, hoje esta planta é moda pela cura, excepcional, que a ciência comprovou para as úlceras gástricas porém, atente que a maioria dos artigos e replicado sem fontes, escrito por quem não tem conhecimento da planta e, sem querer, apesar da boa vontade, pode te induzir ao erro. Eu recomendo a leitura deste artigo do Plantas Medicinais e Fitoterapia que detalha com profundidade a planta e seus benefícios. 

Folhas de pau-ferro reduzem a inflamação das articulações


Estudos tem revelado que folhas de pau-ferro contêm propriedades anti-inflamatórias. Foi o que revelou um estudo recente, de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal de Pernambuco, que avaliaram as atividades anti-inflamatória e antioxidante de folhas de pau-ferro em ratos. Eles queriam determinar se essas atividades poderiam reduzir a inflamação associada à artrite.

Os pesquisadores alimentaram ratos por alimentação forçada com 100, 200 ou 300 miligramas por quilograma (mg / kg) de extrato de folha de pau-ferro e observaram se ele tem propriedades anti-inflamatórias. Eles coletaram amostras de fluidos das articulações dos ratos para testar os níveis de estresse oxidativo e determinar o nível de inflamação. Os pesquisadores também analisaram o teor de polifenóis do extrato para confirmar a presença de antioxidantes.

Os resultados da análise confirmaram a presença de antioxidantes ácido gálico e ácido elágico nos extratos foliares. Seus outros resultados do teste também revelaram que os extratos de folhas contêm propriedades anti-inflamatórias. Após um exame mais detalhado do tecido das articulações dos ratos tratados, os pesquisadores descobriram a presença de neutrófilos, que são células brancas do sangue que combatem a inflamação.

Com base nos resultados obtidos, os pesquisadores concluíram que as folhas de pau-ferro contêm antioxidantes e atividades anti-inflamatórias que podem aliviar a dor nas articulações em pacientes com artrite. Seu estudo foi publicado na revista da BMC Complementary and Alternative Medicine .

Formas de obter alívio da dor da artrite


A artrite é uma inflamação das articulações, que causa dor e desconforto. Até o momento, existem mais de 100 tipos diferentes de artrite, mas a mais comumente adquirida é chamada de artrite reumatóide . A artrite reumatóide ocorre quando os glóbulos brancos atacam erroneamente os tecidos ao redor das articulações, causando inflamação. Embora medicamentos da Grande Pharma estejam amplamente disponíveis, o natural sempre é o melhor caminho a percorrer. Aqui estão algumas dicas sobre como aliviar a dor da artrite.

  • Exercício não extenuante : pessoas diagnosticadas com artrite podem participar de exercícios como exercícios aquáticos, ioga e tai chi. Estes exercícios podem melhorar a amplitude de movimento sem serem muito intensos. O tai chi, por exemplo, usa movimentos lentos e suaves para aumentar a flexibilidade. Também melhora o equilíbrio e a força muscular do núcleo.
  • Tratamento quente e frio: A terapia quente e fria são dois métodos muito diferentes, mas comprovadamente aumentam o fluxo sanguíneo e reduzem a inflamação . A terapia com calor aumenta a circulação e proporciona alívio para rigidez e dores musculares. A terapia fria, por outro lado, aperta os vasos sanguíneos, entorpece a dor e reduz a inflamação. Ao alternar esses tratamentos, o fluxo sanguíneo aumentará e trará um influxo de nutrientes para os tecidos afetados para que se curem.
  • Aumentar a exposição ao sol : A vitamina D não só ajuda na construção de ossos fortes, mas também na regulação do sistema imunológico. Em um estudo publicado no PLOS ONE , os pesquisadores descobriram que as pessoas com artrite reumatóide eram deficientes em vitamina D em comparação com aqueles que não tinham a doença. A vitamina D está disponível em uma grande variedade de alimentos, mas a exposição ao sol é a melhor maneira de obtê-lo.
  • Aumentar a ingestão de ácidos graxos ômega-3 : Vários tipos de pesquisa mostram que os ácidos graxos ômega-3 podem ajudar a aliviar a inflamação. Um estudo, publicado no Journal of Physiology e Bioquímica , concluiu que a ingestão de ômega-3 pode reduzir os sintomas da artrite reumatóide . Fontes naturais de ômega-3 incluem nozes, sementes e peixes gordurosos.
Fontes:

Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)