Notícias Recentes

A servidão moderna da humanidade: Documentário revelador

Documentário revelador: A servidão moderna

O capitalismo, o comunismo, o socialismo, o fascismo, o imperialismo, o corporativismo, o autoritarismo, o monarquismo, o colonialismo pós-moderno e qualquer forma de "ismo" do governo que você possa imaginar, todos acabam se degradando ao longo do tempo para se tornarem coletivismo oligárquico - o tipo de ism que beneficia os poderosos à custa dos muitos impotentes.

O ismo de todos os ismos, o coletivismo oligárquico é o resultado da oposição contrastante dentro de uma sociedade, isto é, a criação e a luta contra ameaças percebidas para a sociedade. Para consolidar o seu poder, as ameaças são criadas e resolvidas por aqueles que estão no poder, de modo a incentivar a sociedade a renunciar gradualmente à sua soberania e liberdade ao estado que a "protege". No entanto, o sistema projetado para combater as ameaças percebidas é tão extremo quanto as próprias ameaças - e tão extremo quanto o que a sociedade e seus indivíduos podem ser condicionados a tolerar.

Governos,são apenas formas de controlar o público, são tudo sobre controle.Os governos começam por controlar a mente, influenciar e moldar a sociedade através da propaganda e da política. E à medida que as estruturas do governo se tornam mais fortemente cimentadas, seu controle da mente do grupo também se torna mais cimentado e, eventualmente, essas instituições, como todas as instituições, se esforçam para expandir e ampliar seu poder e influência. O principal ponto de expansão se torna o próprio sistema governamental. 

Em breve, o governo já não serve os ismos que Inicialmente representou, mas serve a sua própria existência - a qualquer custo. A partir daí, a medida em que o coletivismo tem precedência sobre os direitos individuais é determinada apenas pelo quanto é tolerado e até mesmo abraçado pelas pessoas. E com os governos globais, os meios de comunicação de massa e os empreendimentos capitalistas mais poderosos do mundo se ligam, colaborando com um propósito comum - controlar e se beneficiar da mente da massa - a extensão do pensamento coletivista em jogo hoje é sem precedentes - e perigosa.

O sistema caracterizado pela utilização da força de trabalho do trabalhador escravo/forçado para o enriquecimento dos capitalistas, e é, portanto, um sistema dominador e explorador, uma vez que significa a capacidade e o direito de viver da exploração do trabalho estrangeiro ou escravo, o direito de explorar o trabalho daqueles que não têm propriedade ou capital , e portanto, são forçados a se venderem com o seu poder produtivo para os felizes proprietários de ambos ”. 

Essa relação entre capital e trabalho no mercado não é a mesma para os dois lados, já que os capitalistas vão ao mercado para obter lucro, enquanto os trabalhadores são obrigados a fazê-lo por necessidade de trabalho para sobreviver. O risco de experimentar falta e não ter as condições mínimas de vida. É um “encontro entre uma iniciativa de lucro e outra de fome, entre o senhor e o escravo” .

Além disso, o desemprego faz com que, quando os capitalistas vão ao mercado, encontrem trabalhadores em abundância, pois há uma oferta maior de trabalhadores do que uma demanda:

Os bairros pobres da cidade e as aldeias estão cheias de infelizes, cujos filhos choram em frente a pratos vazios. Assim, a fábrica ainda nem está pronta e os trabalhadores já estão chegando para pedir trabalho. Se 100 são necessários, mil se apresentam, não é o caso nesses últimos anos, pois a mão de obra humana vem sendo desvalorizada, sendo ela substituída por mão de obra de maquinas e robôs autônomos.


Receba as notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)