Remédios da Grande Pharma para pressão sanguínea contaminados com substância cancerígena

Estamos já algum tempo, alertando nossos leitores sobre a conhecida e popular indústria farmacêutica (Grande Phama), e seu real interesse, que não é cura, mas sim como qualquer outra indústria, seu objetivo é lucro, e para piorar essa ganancios…

Remédios da Grande Pharma para pressão sanguínea contaminados com substância cancerígena

Estamos já algum tempo, alertando nossos leitores sobre a conhecida e popular indústria farmacêutica (Grande Phama), e seu real interesse, que não é cura, mas sim como qualquer outra indústria, seu objetivo é lucro, e para piorar essa gananciosa busca ocorre através do sofrimento das pessoas, deixando-as ainda mais doentes, com suas drogas químicas, consideradas por lei como “legais”, e que são viciantes, e que torna o ser humano incapaz de sair da escravidão da indústria da doença. 

Quando falamos da Grande Pharma, estamos falando de todo o conjunto que se refere, a indústria das vacinas, das drogas químicas, do câncer, dos órgão reguladores, revistas científicas, a mídia corporativa privada, e do sistema médico, etc… Todos estes formam a Grande Pharma, todos estes ganham milhões, para favorecerem os interesses da indústria. 

Com isso em mente, você então agora percebe que a indústria do câncer que é multibilionária que gera enormes lucros com as chamadas e repetidas e caras “terapias” do câncer, como quimioterapia e radioterapia. Agora surgiu uma notícia que para muitos pode ser um choque, já que uma droga popular indica para pressão sanguínea vendida pela Novartis foi encontrada com uma substância química causadora de câncer conhecida como “dimetilformamida”. 

Valisure descobre: Uma farmácia on-line que opera em toda a América 


“Uma farmácia alertou Administração de Comida e Droga (FDA) dos EUA que encontrou uma substância química que acredita-se que cause câncer em um medicamento de pressão arterial amplamente utilizado, de acordo com um comunicado da agência federal”, informa a CNBC

As drogas fazem parte de uma classe popular de medicamentos prescritos, e que estão contaminados com substâncias químicas causadoras de câncer. Essas drogas supostamente incluem valsartana, losartana e irbesartana. 

Ainda mais surpreendente, essa contaminação química foi descoberta pela Valisure , uma farmácia on-line que opera em toda a América. A Valisure aparentemente testa testes de contaminação nos vários medicamentos que vende, e descobriu que o valsartan, a medicação para pressão sanguínea fabricada pela Novartis, contém DMF (dimetilformamida), uma substância química conhecida por causar câncer. 

A Anvisa parece que finalmente fez seu papel, porém por conta da bomba que estourou 


Como não teve mais como esconder essa terrível verdade, os órgãos reguladores em vários países entraram em ação, após as descobertas serem inevitáveis de esconder. Segundo informações até o momento, quase 200 lotes de 26 medicamentos apresentaram essas impurezas e estão sendo retirados do mercado. Você pode encontrar a lista completa dos fármacos e dos lotes afetados aqui

Segundo um comunicado da Anvisa, “a identificação dessas impurezas ocorreu de forma inesperada e pode estar relacionada à forma como a substância ativa (o insumo) é fabricada. Por isso, a Anvisa passou a investigar o caso no intuito de identificar se os medicamentos no mercado poderiam estar contaminados”. 
Publicidade

Notícia Em: / / /


Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais