Notícias Recentes

Alerta: contraceptivos orais causam câncer revela estudo

Alerta: contraceptivos orais causam câncer revela estudo

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os contraceptivos orais se enquadram na categoria de um agente cancerígeno do grupo 1, o que significa um agente causador de câncer que é conhecido, e supostamente testado pela a Grande Pharma como seguro para os seres humanos, mas a verdade é outra por trás do poder da indústria gananciosa por dinheiro. Exemplos de agentes cancerígenos do grupo um são tabaco, amianto, plutónio, escape de gasóleo  “ e a pílula. "

Isso significa que todos que são expostos a carcinógenos do grupo 1 desenvolvem câncer?


Não necessariamente, mas as chances de desenvolver câncer são muito maiores. Em agosto de 2014, a Associação Americana para Pesquisa do Câncer divulgou um artigo chamado "Uso recente de algumas pílulas anticoncepcionais podem aumentar o risco de câncer de mama".

O estudo de controle com um grupo de 1.102 mulheres diagnosticadas com câncer de mama e 21.952 controles, os cientistas descobriram que o uso recente de contraceptivos orais aumentou o risco de câncer de mama em 50% , comparado ao uso anterior ou não. As pílulas anticoncepcionais contendo baixas doses de estrogênio não aumentaram o risco de câncer.Recomendado: Efeito colateral negativo ao tomar anticoncepcional oral - mais 5 outros riscos a saúde

Como o aumento dos níveis de estrogênio causa câncer de mama? Segundo a Dra. Angela Lanfranchi, e seu livreto sobre Riscos e Prevenção do Câncer de Mama ”:

O estrogênio pode causar câncer de duas maneiras. Primeiro, o estrogênio age como um "mitógeno". O estrogênio estimula o tecido mamário a aumentar as divisões celulares (mitoses). Isso às vezes resulta em cânceres devido a erros na divisão celular (mutações). Segundo, certos metabólitos do estrogênio também atuam como carcinógenos ou genotoxinas, danificando diretamente o DNA, formando células cancerígenas. ”

Como ajudar a proteger-se do risco de contraceptivos orais que causam câncer


1. Coma muitos vegetais crucíferos e complemente com DIM I3C. Esta é uma concentração de nutrientes específicos nos vegetais crucíferos que ajudam a metabolizar o estrogênio nos metabólitos de estrógeno menos agressivos e protetores.

2. Fortaleça seu fígado com nutrientes que ajudarão a desintoxicar qualquer substância cancerígena.

3. Lignanas em sementes de linho são potenciais inibidores do câncer de mama. Eles realmente ajudam a metabolizar os estrogênios e inibem o crescimento dos vasos sanguíneos que alimentam os tumores.

Uma excelente fonte de óleo de linhaça concentrado é o “Brevail”. Este concentrado de óleo de linho foi pesquisado e desenvolvido pela universidade para aumentar as concentrações de lignana no corpo para corresponder aos níveis encontrados em mulheres que coletivamente demonstram uma extraordinária história de saúde mamária e equilíbrio hormonal.Recomendado: Cura e prevenção do câncer - fórmula natural confirmado com o Dr. Rudoft Breuss

Fonte:

Receba as últimas notícias do Coletividade Evolutiva em primeira mão. Siga-nos nas redes sociais! Facebook - Twitter - Instagram - Receber por e-mail - Ajudar o Site



Fabio Allves

Fundador:Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)