O que a prisão de Julian Assange revela para nossa sociedade

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi preso pela polícia britânica na manhã de quinta-feira (11) na embaixada do Equador, em Londres, no Reino Unido,

​​O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi preso pela polícia britânica na manhã de quinta-feira (11) na embaixada do Equador, em Londres, no Reino Unido, por ser acusado 
de um enorme vazamento de documentos secretos do governo dos EUA em 2010. Julian Assange acabou sendo preso e arrastado para fora da Embaixada do Equador em relação a um mandado de extradição dos EUA que foi emitido em dezembro de 2017.

Como relatado pelo site Folha de São Paulo - Procuradores dos Estados Unidos disseram que Assange está sendo processado por conspiração e por tentar violar as senhas e invadir um computador do Departamento de Defesa dos Estados Unidos que guardava informações confidenciais, num caso que envolveu a ex-analista de inteligência do Exército Chelsea Manning.

Um dia após a prisão de Julian , a Wikileaks divulgou todos os documentos que possuem. Essa era uma promessa já antiga do WikiLeaks, de que liberaria tudo que tem, caso Assange fosse preso. O diretório aberto conta com centenas de arquivos que envolvem desde informações sigilosas de e-mails (como os da campanha de Hillary Clinton) até negociações entre países. Sobre o Brasil, há dados que mostram que a então senadora Roseana Sarney tinha investimentos em offshores. Na lista, também estão vídeos e fotos sobre ações dos Estados Unidos no Iraque e Afeganistão, em que soldados norte-americanos usam de força desproporcional sobre a população.

Independentemente do que a mídia convencional estão dizendo, o mundo sabe o por que a busca por Julian Assange e por outros como ele está em andamento há tanto tempo, e é porque ele revelou segredos e expôs aqueles que nos ocultam a verdade, mostrando documentos de segredos terríveis acometidos pelos os poderosos. Ele expôs as mentiras, a corrupção e o engano de nossos governos e governantes ocultos que representam a espinha dorsal da aliança militar ocidental e do império americano. 

Tanto Julian Assange e outros como ele que buscam expor a verdade ao público, sempre foram um grande alvo, atacado pela mídia convencional do mundo todo, no qual tem suas alianças com o estado profundo - por expor as verdades e as manipulações que os governos ocultam do público, e isso nos mostra claramente, como os poderes nós perseguem quando buscamos saber da verdade, e como corremos um grande risco de vida por tentar expô-los . Julian expôs as mentiras , e corrupções e o engano, alem do fato, de ter exposto os poderosos dos governos ocultos, e seus domínios ocultos .

O WikiLeaks e Julian fizeram muito mais para expor as maquinações e crimes obscuros do governo oculto que se esconde por trás do Império Americano do que qualquer outra organização de notícias. Não é atoa que os império Americano, se chama Estados Unidos, pois a intensão e a união de todas as nações em uma, sendo elas dominada pelo o império Americano (Governo Oculto)(Nova Ordem Mundial)(Controle Total) como já são dominados a maioria.

Julian Assange, além de ter exposto as atrocidades e crimes cometidos pelos militares dos Estados Unidos em nossas guerras intermináveis ​​e revelar o funcionamento interno da campanha de Clinton, divulgou as ferramentas de hacking usadas pela CIA e pela Agência Nacional de Segurança, seus programas de vigilância em massa, e sua interferência nas eleições estrangeiras. O WikiLeaks também trabalhou rapidamente para salvar Edward Snowden, que expôs a vigilância do público americano pelo governo, da extradição para os Estados Unidos, ajudando-o a fugir de Hong Kong para Moscou. Os vazamentos de Snowden também revelaram, de forma ameaçadora, que Julian estava em uma "lista de alvos de caçada" nos EUA. 

John Fitzgerald Kennedy assassinado e que foi um presidente americano dos Estados Unidos e é considerado uma das grandes personalidades do século XX, advertiu os cidadãos sobre “uma necessidade anunciada de maior segurança”que seria “aproveitada por aqueles ansiosos para expandir seu significado até os limites da censura oficial e ocultação”. Hoje, isso é conhecido como “segurança nacional”, e é um termo usado para justificar quantidades antiéticas e enormes de sigilo que não protegem o público, mas protegem os que estão no poder e seus interesses corporativos, financeiros e políticos.

Isso é exatamente o que está sendo marcado em Julian Assange. E é feito sob o disfarce de “segurança nacional”. Como o profissional de relações públicas Edward Bernays, que tinha muitos clientes políticos, escreveu:

A manipulação consciente e inteligente dos hábitos e opiniões organizados das massas é um elemento importante na sociedade democrática. Aqueles que manipulam esse mecanismo invisível da sociedade constituem um governo invisível que é o verdadeiro poder dominante de nosso país. Somos governados, nossas mentes moldadas, nossos gostos formados, nossas idéias sugeridas, em grande parte por homens dos quais nunca ouvimos falar. ( Propaganda , 1928)

Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais


Notícias Relacionadas Recomendadas