O Ciclone Idai que devastou o sul da África pode ter sido um ataque de geoengenharia do clima

Ao envenenar diretamente os recursos naturais que sustentam a vida da Terra, a geoengenharia oferece uma abordagem composta para a redução da população (assassinato em massa).

Nem todos acreditam na existência da tecnologia de controle de clima, embora o escritório de patentes dos EUA conceda o status de aprovação de patente a pelo menos 175 invenções de controle do clima que detalham exaustivamente os sistemas de tecnologia avançada para aumentar e controlar grandes tempestades.

Os aerossóis mortais que envenenam o ar, a comida e o suprimento de água foram injetados na atmosfera desde o final da década de 1940. O programa, conhecido como geoengenharia, foi implementado por eugenistas ricos para deliberadamente sabotar o planeta e cometer assassinatos em massa de pessoas de cor e exterminar os pobres, assim concluindo sua agenda eugenista de que agora tanto a ONU fala, -  que até 2030 irão "acabar com a pobreza do planeta" 

Mas o que muitos não percebem é que a cada dia só aumenta a pobreza, e consequentemente desastres provocados pela a geoengenharia do clima,  deixando assim milhares de pessoas mortas e desabrigadas, sem recursos básicos, milhares de produção de alimentos perdidos, e águas contaminadas, e por fim caminhando para um colapso de uma guerra social global por recursos e pela a vida. 

Ao envenenar diretamente os recursos naturais que sustentam a vida da Terra, a geoengenharia oferece uma abordagem composta para a redução da população (assassinato em massa). 

Os aquecedores ionosféricos, que são usados ​​em conjunto com a geoengenharia, permitem a criação de secas e inundações artificiais furações e muito mais que estão afetando muitas nações. A geoengenharia desencadeou ciclos fatais de feedback climático que colocaram o planeta em um caminho condenável. As conseqüências e os ataques do tempo promovem uma jogada enganosa para o feudalismo global conhecido como Agenda 21. Com políticas obstrutivas e custos crescentes.

A (geoengenharia) é um termo primário para os programas globais de modificação do clima que estão sendo conduzidos por grandes potências em todo o mundo. "Aerossóis" é simplesmente um termo para uma partícula microscópica suspensa no ar.

A passagem do ciclone Idai pelo sul da África pode ter sido um ataque de geoengenharia 


Segundo o site de noticias BBC, a passagem do ciclone Idai pelo sul da África destruiu casas, hospitais, estradas e deixou centenas de mortos e desaparecidos. Moçambique, Zimbábue e Malauí são os países mais atingidos. A tempestade provocada pelo Idai atingiu primeiro Moçambique. Com ventos de 177 km/h, o ciclone chegou na quinta-feira à cidade portuária de Beira 

Um levantamento aéreo feito pela ONG Save The Children mostra que uma faixa de terra de 50 km está submersa na província mais atingida pelo ciclone. A inundação foi causada depois que o rio Buzi transbordou. Beira, onde vivem meio milhão de pessoas, ficaram danificados em maior ou menor grau.

"Nenhum edifício ficou intacto. Não há energia. Não há telecomunicações. As ruas estão cheias de linhas de eletricidade caídas. Os telhados de muitas casas desabaram, assim como as paredes. Muitas pessoas na cidade perderam suas casas", descreveu Bourke.

Primeiro país a ser atingido pelo ciclone, Moçambique viu 90% de sua segunda maior cidade ser destruída pelo Idai. Mais de 1,5 mil pessoas ficaram feridas com quedas de árvores e de telhados.

"Quase tudo foi afetado pela calamidade", disse no domingo Alberto Mondlane, governador da província de Sofala, que inclui a cidade de Beira. "As pessoas estão sofrendo, algumas estão em cima de árvores precisando desesperadamente de ajuda."

Moradores da cidade se mobilizaram para reabrir as estradas e assegurar acesso aos socorristas. As estradas ainda estão danificadas, mas as rotas aéreas estão liberadas. As pessoas que vivem nesta área dizem que nunca viram nada assim. Um casal de idosos, Edson e Miriam Sunguro, me disse que eles estavam tentando entrar em contato com parentes em Chimanimani sem sucesso.

Ajudas humanitárias são disfarces se colocam como cordeiros mas por trás das cortinas são lobos devoradores que apoiam secretamente a sustentabilidade do planeta em reduzir a população global


O objetivo principal da Agenda 21 é controlar o mundo e "reduzir" a população humana de cor e pobre do planeta. Uma guerra social, pondo uns contra os outros, por conta de alimento água e outros, é muito eficiente para o colapso social sem precedentes não é mesmo? Juntamente com a guerra climática, no qual causam grandes catástrofes ambientais para deixar as populações desesperadas no qual a qualquer momentos entraremos em uma guerra social que já está em andamento e a tendencia vai ser cada vez pior.

 As nações já são controladas por internacionalistas cujo objetivo é a redução da população mundial. Enquanto a ONU fala vagamente em termos de controle populacional sustentabilidade, e que reduzira a pobreza até 2030, os membros dizem que os objetivos reais são ajudar a humanidade, mas o que vemos, e o que está acontecendo é muito pelo contrario, seus planos são muito alem do que imaginamos, são muito mais maléficos.

Os governantes do "mundo" pensão que só eles têm o direito de governar, de fato viver ... ninguém mais terá direitos, exceto as elites governantes, de fato a sociedade 5.0.

Notícia Em: / / / / / / /

Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais