O veneno da Monsanto cada vez mais esta no seu corpo

O veneno da Monsanto cada vez mais esta no seu corpo

A semente é o primeiro elo de toda a vida alimentar, porque a semente é a fonte de vida. Quando uma empresa controla as sementes, controlam a vida, e especialmente a vida dos agricultores. O controle concentrado da Monsanto sobre o setor de sementes em todo o mundo é muito preocupante.. 

Através de patentes de sementes, a Monsanto tornou-se o “Senhor da Vida” do nosso planeta, coletando rendas para a renovação da vida dos agricultores, os criadores originais. 

Patentes sobre sementes são ilegítimas porque colocar um gene tóxico em uma célula vegetal não é "criar" ou "inventar" uma planta. Estas são as sementes do engano - o engano de que a Monsanto é a criadora de sementes da vida, mas o que sabemos é muito pelo contrario; a decepção de que, embora a Monsanto processe os agricultores e os envolva em dívidas, ela finge estar trabalhando para o bem-estar dos agricultores e o engano de que os transgênicos alimentam o mundo, quando na verdade estão matando lentamente. Os OGMs não estão conseguindo controlar as pragas e as ervas daninhas e, em vez disso, levaram ao surgimento de super passes e super envolvimentos de agrotóxicos.

Apesar dos lobbys dessas empresas e a mídia convencional pago por elas falarem muito bem dos produtos da Monsanto – existem enumeras provas cientificas, e paginas de documentos, o que faz os lobistas e a mídia convencional, uns verdadeiros falsos noticiários corruptos e cúmplices do genocídio silencioso – de fato a corporação Monsanto vendeu e vende seus produtos químicos mortais para os consumidores sabendo sobre todos os perigos altamente prejudiciais tanto para o ser humano quanto para os animais rios etç… Substâncias químicas conhecidas como PCBs ou bifenilas policloradas, não apenas prejudica a saúde humana, mas também ambientalmente persistente - o que significa que eles não se biodegradam tão facilmente. 

O porque isso é permitido, te digo agora, é simplesmente, comprando os governos, financiando deputados, senadores , então consequentemente é claro que  leis serão feitas para favorecer os interesses das corporações, então assim matar todos com seus produtos químicos tóxicos passa ser legalizado – alem de tudo isso, é um dos planos da agenda dos globalistas para o alcance da Nova Ordem Mundial, que em primeiro plano da agenda vem se, a redução populacional, deixando todos doentes inférteis, sem empregos, sem onde correr, e por fim colapso alimentar, rios e lagos contaminados, consequentemente uma guerra pela a sobrevivência – guerra social entre si por alimentos básicos. 

A Monsanto aparentemente sabe desde a década de 1950 que os PCBs não eram exatamente seguros, e ainda assim a corporação sediada no Missouri continuou vendendo esses produtos independentemente. E graças ao trabalho incansável do jornalista investigativo Peter von Stackelberg e da investigadora amadora baseada no Oregon, Carol Van Strum, agora tudo está registrado. 

"À medida que me aprofundei, não pude continuar a ignorar o fato de que havia algo seriamente errado com a indústria e o sistema regulatório", von Stackelberg, que começou a relatar os atos sujos da indústria química várias vezes. décadas atrás, contou a Inlander sobre o que ele descobriu. 

Processando a Monsanto após revelação de PCB

Uma das descobertas de von Stackelberg dizia respeito a produtos químicos fabricados pela Monsanto que ele revelou serem descuidadamente despejados no rio Spokane, em Washington, pela gigante química. A resultante contaminação por PCBs deste corpo de água tem sido problemática há algum tempo como resultado disso - o que, graças a essas novas revelações, está finalmente permitindo que a cidade busque justiça.

Segundo relatos, a cidade de Spokane está entrando com uma ação contra a Monsanto que espera que resulte em uma recuperação dos fundos necessários para remediar a contaminação. Von Stackelberg também organizou um evento especial para falar sobre o tema, “Monsanto, PCBs e o Rio Spokane”, que aconteceu na Universidade Gonzaga em setembro.

A infeliz realidade é que isso não termina com a Monsanto. A laboriosa pesquisa de Von Stackelberg ao longo da década de 1980 levou-o a um rastro de descobertas, incluindo o fato de que muitasempresas químicas na época estavam fazendo as mesmas travessuras que a Monsanto quando se tratava de mentir sobre a segurança e eficácia de seus produtos.

Depois de ouvir rumores de que o seu governo provincial local em Saskatchewan estava ponderando a proibição de mais de 100 produtos químicos comumente usados ​​na agricultura, von Stackelberg começou a trabalhar. O que ele descobriu foi que muitos desses produtos químicos aprovados receberam luz verde por um laboratório de testes corrupto nos Estados Unidos conhecido como Laboratórios de Bio-Teste Industrial (IBT).

A lista de substâncias químicas na verdade era de cair o queixo, em termos daquelas em que havia sérios questionamentos sobre os estudos de segurança”, lembra von Stackelberg.

Inspirado pelo que havia descoberto, von Stackelberg decidiu então examinar mais de perto vários outros produtos químicos usados ​​em alimentos, remédios e muito mais - apenas para descobrir que estes, também, tinham um apoio de segurança questionável baseado em ciência potencialmente fraudulenta.

No final, o trabalho de von Stackelberg resultou em várias acusações criminais sendo apresentadas contra a IBT. Mas, infelizmente, essa ação legal não mudou as práticas da indústria para melhor, pois elas continuaram com suas mentiras e enganos até hoje.

"A coisa toda desapareceu e, 40 anos depois, ainda estamos lidando com a poluição, a corrupção, a fraude e assim por diante", diz von Stackelberg. “Eu chamo IBT o pecado original do sistema regulatório da EPA. Nunca foi algo em que eu diria confiável.




Fabio Allves

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Ao longo da vida busquei explorar os mistérios e os conhecimentos ocultos que cercam o planeta e as origens da humanidade, questionando as raízes do que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao despertar a sociedade (Saber Mais)