Deputados expulsos da televisão pública húngara por reivindicações de leis

Deputados expulsos da televisão pública húngara por reivindicações de leis

Doze deputados protestaram na sede da televisão pública, em Budapeste, pedindo que as reivindicações dos manifestantes fossem transmitidas, após um protesto que reuniu cerca de 15000 pessoas na capital húngara, no domingo.

ois deputados da oposição húngaros foram retirados à força da sede da televisão pública, a MTVA, depois de tentarem ser ouvidos para divulgar algumas reivindicações contra as alterações à lei do trabalho, apelidada de "lei dos escravos". 

Dois deputados independentes foram expulsos da sede da televisão pública húngara, onde passaram a última noite, na tentativa de divulgar uma declaração com reivindicações, na sequência da manifestação que reuniu milhares de pessoas no domingo, em Budapeste.
O texto pede, nomeadamente, a revogação da nova lei laboral e de outra lei que estabelece jurisdições específicas para assuntos delicados.

"Os cinco pontos, que falam sobre a independência da Justiça, a liberdade de imprensa e outras coisas, são pontos que reúnem o consenso dos partidos da oposição. Não estamos a falar sobre diferenças entre os partidos da oposição. Temos objetivos comuns e estes objetivos são compreensíveis para as pessoas, para a sociedade civil e para as ONGs. Portanto, nos últimos dias ou talvez semanas temos tido uma oposição forte ao Governo húngaro", destacou o deputado europeu Peter Niedermuller, em entrevista à Euronews.

A televisão estatal da Hungria acusa os deputados de terem assediado os trabalhadores do canal e de terem tentado invadir os espaços de trabalho, nomeadamente uma área operacional.

Desde quarta-feira que milhares de húngaros se têm manifestado contra a política do primeiro-ministro nacional-conservador, Viktor Orbán.


Notícia Em: / / /

Coletividade Evolutiva

Site: Coletividade Evolutiva
O Coletividade Evolutiva, esta ligado ao dever e justiça de informar a sociedade de forma que ajudarão a viver melhor, enxergar através das cortinas que nos limitam o pensamento, quebrando assim as velhas formas de pensar. Examinamos o que percebemos como os problemas mais importantes em nossa sociedade atual, discutimos possíveis soluções e alternativas que podem nos ajudar a reconstruir nossa sociedade.Publicamos informações que nos desafiam o pensamento e os nossos preconceitos. Saber Mais