Para vender-lhe a felicidade, eles primeiro fazem você se sentir um lixo

Para vender-lhe a felicidade, eles primeiro fazem você se sentir um lixo
Publicidade é tudo sobre persuasão, e aqueles que são bons nisso vêem ganhos financeiros tremendos. 
Somos bombardeados todos os dia com milhares de publicidades, e o único proposito, e nos convencer a comprar, mostrando nos propagandas que nos prometem que nos trará a felicidade ou bem estar ou até mesmo ser melhor que o meu vizinho etç... 

Primeiro, fazem se sentir mal consigo mesmo, como lixo. 
"Olha, esta atriz brilhante, atraente e popular está usando este maiô e comprando, você se sentirá sexy e bem sucedido como ela." 
“Olha, esse homem de negócios bonito e confiante está dirigindo esse carro luxuoso e todas as mulheres estão implorando para dormir com ele como um loucas. Consiga e, dentro de instantes, você poderá transar com mulheres mais bonitas do que você jamais imaginou. ” 
A mensagem implícita ou subliminar nos anúncios é simplesvocê é um saco e precisa ser diferente para não ficar ai chupando dedos. Aqui, pegue este produto e você não vai mais ficar chupando dedo. 

Uma vez que nos convencem de que somos péssimos, fazemos o que eles nos dizem, porque quem no mundo quer ser um otário? Claro que ninguém! 

Você pode estar pensando: isso é besteira! Eu não sou afetado por esses anúncios estúpidos . 

Bem, quase todo mundo que conheço diz o mesmo. Eu admito, eu costumava pensar assim também. Mas a verdade é que somos todos afetados, embora na maioria dos casos não tenhamos consciência disso. 

Pense sobre isso: por que as empresas investem a maior parte de seu dinheiro em propaganda, se não for eficaz? 

Publicidade é tudo sobre persuasão, e aqueles que são bons nisso vêem ganhos financeiros tremendos. Mas, para que a persuasão funcione da melhor maneira, ela precisa acontecer inconscientemente - isto é, precisa evitar o raciocínio consciente e ocorrer em um nível emocional. E é precisamente por isso que não sabemos que isso está nos influenciando. 

Deixe-me oferecer um exemplo. Quando você é exposto a um anúncio da Coca Cola repetidamente, em algum momento você se acostuma tanto a ele que inconscientemente o associa a certos estados psicológicos positivos (como amor e alegria), e então da próxima vez você sai para comprar algo para beber, você pega a lata de Coca-Cola sem se perguntar por quê. Você o compra só porque foi persuadido a fazê-lo, enquanto tem a impressão de que o fez apenas por nossa própria decisão consciente. 

Se você está se sentindo uma merda ou infeliz, pode haver uma boa razão para culpar a publicidade. No entanto, a própria indústria da publicidade nada mais é do que uma conseqüência natural de nossa sociedade profundamente doente , onde o engano e a competição através da grande mídia seus cúmplices nisso, são uma realidade cotidiana. De fato, a publicidade seria uma boa ideia e eficaz em uma sociedade em que as pessoas fossem honestas e trabalhassem juntas para o bem comum. 

Por causa do mundo competitivo e corrupto governado por foças anormais em que fomos criados, e temos que suportar diariamente este mal, a maioria de nós se sente desconectado de nossos companheiros humanos. É claro, quando os outros estão constantemente tentando maximizar seu ganho pessoal às suas custas, como você pode sentir uma conexão amorosa com eles? Você não pode. Em vez disso, você se sente ameaçado pela presença deles. Para se proteger deles, você constrói grandes paredes emocionais ao seu redor. E por um tempo, você se sente seguro e protegido. Mas eventualmente você experimenta as consequências dolorosas: solidão, ansiedade, depressão.

Como todo psicólogo sabe, os seres humanos são seres altamente sociais - ou seja, todos nós temos uma necessidade inerente de nos conectar e compartilhar com os outros. A conexão é crucial para nossa saúde emocional e, quando não a encontramos, sofremos. Não é de admirar que, em nossa sociedade desconectada, o que ansiamos mais do que qualquer outra coisa é abrir nossos corações e nos conectar com outras pessoas . Queremos sentir um sentimento de pertencer à comunidade. Queremos nos sentir amados e aceitos. Queremos nos sentir ouvidos e entendidos.

Mudando o sistema

Para que tudo isso aconteça, é importante que compreendamos o que realmente importa para o nosso bem-estar e aja de acordo. No entanto, a mudança de comportamento pessoal por si só não é suficiente. Não importa quão fortes sejam nossos esforços individuais para viver de forma significativa, proposital e pacífica, as pressões externas de nossa sociedade competitiva, materialista e impulsionada pelo consumo provavelmente as cancelarão. Portanto, se quisermos que uma mudança duradoura aconteça para o benefício de nós mesmos e das gerações futuras, precisamos concentrar nossa atenção em transformar o próprio alicerce de nosso sistema socioeconômico que está na raiz da maioria dos problemas que nossa civilização enfrenta atualmente.
Author Image

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais