Comer carnes processadas aumenta risco de câncer de mama em uma mulher, alerta estudo de Harvard - Coletividade Evolutiva

Comer carnes processadas aumenta risco de câncer de mama em uma mulher, alerta estudo de Harvard

Comer carnes processadas aumenta risco de câncer de mama em uma mulher, alerta estudo de Harvard
O Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer recomenda cortar completamente a carne vermelha, mas o NHS diz que aqueles que não podem devem tentar manter o limite de 70g por dia (o equivalente a meio hambúrguer ou uma salsicha).

Eles descobriram que a carne processada aumentou o risco de câncer de mama em nove por cento. 
Pesquisadores de Harvard, confirmaram que comer Hambúrgueres ou qualquer outro tipo de carne processada,  aumenta o rico de câncer de mama em mulheres. A carne processada está ligada há muito tempo a outros tipos de cânceres, como por exemplo, câncer de pâncreas, próstata e intestino.
As mulheres que consumiram carne processada teve  nove por cento mais probabilidade de desenvolver a doença, de acordo com uma meta-análise de dados de 28 estudos anteriores.

Eles não encontraram nenhum risco elevado para aqueles que comiam carne vermelha não processada, como carne bovina, cordeiro, porco, cabra e carneiro.
O Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer recomenda cortar completamente a carne vermelha, mas o NHS diz que aqueles que não podem devem tentar manter o limite de 70g por dia (o equivalente a meio hambúrguer ou uma salsicha).

A carne processada, como bacon e cachorro-quente, é listada como carcinogênica pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer - um ramo da OMS. A mesma agência também diz que a carne vermelha é provavelmente carcinogênica
 Carne processada é a carne que foi salgada, curada, fermentada, ou misturada para fazer salsichas, cachorros-quentes, salame, bacon, presunto e carne enlatada. 

Os cientistas reuniram dados de 28 estudos anteriores e descobriram que aqueles que comiam esse tipo de alimento, são mais propensos não somente ao câncer de mama, mas vários outros.
Carnes processadas foram previamente ligadas a tumores intestinais, próstata e pancreáticos.
A autora principal, Maryam Farvid, da Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard, disse: 'Trabalhos anteriores ligaram o aumento do risco de alguns tipos de câncer ao maior consumo de carne processada.
O estudo publicado no International Journal of Cancer analisou todos os estudos publicados sobre o tema.

Foram incluídos 13 estudos sobre carnes vermelhas que incluíram um total de 1.133.110 mulheres, 33.493 das quais desenvolveram câncer de mama, e 15 de carnes processadas envolvendo 1.254.452 mulheres, das quais 37.070 foram diagnosticadas com a doença.
A dieta foi geralmente avaliada pelo questionário de frequência alimentar.
Aditivos alimentares que são usados pelas grandes industrias, tais como o nitrato e nitrito e outros tipos de conservantes e que dão carnes processadas sua cor rosa são os  culpados - juntamente com a gordura saturada, colesterol e um tipo de ferro que vem de proteínas animais.

Dr .Maryam Farvid disse: 'Embora altas quantidades de nitrato e nitrito possam ligar a carne processada ao aumento do risco de câncer de mama, o alto teor de gordura saturada, colesterol e ferro heme encontrado na carne vermelha também pode estar relacionado à associação com câncer de mama.
Esta revisão sistemática e meta-análise, incluindo estudos de coorte prospectivos de carne vermelha e consumo de carne processada com seus ingredientes industriais, fornece evidências concretas que o consumo de carne processada está associado com maior risco de cânceres .

"No entanto, a carne vermelha não foi uma causa significativa de câncer de mama."
Segundo a Dr. Maryam Favid, globalmente, o câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres e a segunda principal causa de morte por câncer.
A Dr. Maryam Farvid disse: “Dadas as variações internacionais nas taxas e tendências do câncer de mama, a importância de identificar fatores de risco modificáveis no estilo de vida é amplamente reconhecida como um meio de reduzir o câncer de mama.

"A carne vermelha é considerada um importante fator de risco alimentar para vários localizações  de câncer, e fornece uma fonte de gordura animal, ferro heme e carcinógenos químicos que podem se acumular durante o cozimento e / ou processamento".
A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) concluiu que o consumo de carne vermelha era um provável carcinógeno humano, enquanto a carne processada era classificada como "carcinogênica para humanos".
Essa classificação foi amplamente baseada na evidência de câncer de colo-retal, pâncreas e próstata para carne vermelha e câncer colorretal ou intestinal para carne processada

Se inscreva por e-mail e receba nossas novas atualizações em seu e-mail


Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um ávido pensador livre, eu partir em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais


Deixe um comentário sobre isto!