Comer carnes processadas aumenta risco de câncer de mama em uma mulher, alerta estudo de Harvard

Receba nosso conteúdo no | Telegram
Comer carnes processadas aumenta risco de câncer de mama em uma mulher, alerta estudo de Harvard
O Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer recomenda cortar completamente a carne vermelha, mas o NHS diz que aqueles que não podem devem tentar manter o limite de 70g por dia (o equivalente a meio hambúrguer ou uma salsicha).

Eles descobriram que a carne processada aumentou o risco de câncer de mama em nove por cento. 
Pesquisadores de Harvard, confirmaram que comer Hambúrgueres ou qualquer outro tipo de carne processada,  aumenta o rico de câncer de mama em mulheres. A carne processada está ligada há muito tempo a outros tipos de cânceres, como por exemplo, câncer de pâncreas, próstata e intestino.
As mulheres que consumiram carne processada teve  nove por cento mais probabilidade de desenvolver a doença, de acordo com uma meta-análise de dados de 28 estudos anteriores.

Eles não encontraram nenhum risco elevado para aqueles que comiam carne vermelha não processada, como carne bovina, cordeiro, porco, cabra e carneiro.
O Fundo Mundial para Pesquisa do Câncer recomenda cortar completamente a carne vermelha, mas o NHS diz que aqueles que não podem devem tentar manter o limite de 70g por dia (o equivalente a meio hambúrguer ou uma salsicha).

A carne processada, como bacon e cachorro-quente, é listada como carcinogênica pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer - um ramo da OMS. A mesma agência também diz que a carne vermelha é provavelmente carcinogênica
 Carne processada é a carne que foi salgada, curada, fermentada, ou misturada para fazer salsichas, cachorros-quentes, salame, bacon, presunto e carne enlatada. 

Os cientistas reuniram dados de 28 estudos anteriores e descobriram que aqueles que comiam esse tipo de alimento, são mais propensos não somente ao câncer de mama, mas vários outros.
Carnes processadas foram previamente ligadas a tumores intestinais, próstata e pancreáticos.
A autora principal, Maryam Farvid, da Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard, disse: 'Trabalhos anteriores ligaram o aumento do risco de alguns tipos de câncer ao maior consumo de carne processada.
O estudo publicado no International Journal of Cancer analisou todos os estudos publicados sobre o tema.

Foram incluídos 13 estudos sobre carnes vermelhas que incluíram um total de 1.133.110 mulheres, 33.493 das quais desenvolveram câncer de mama, e 15 de carnes processadas envolvendo 1.254.452 mulheres, das quais 37.070 foram diagnosticadas com a doença.
A dieta foi geralmente avaliada pelo questionário de frequência alimentar.
Aditivos alimentares que são usados pelas grandes industrias, tais como o nitrato e nitrito e outros tipos de conservantes e que dão carnes processadas sua cor rosa são os  culpados - juntamente com a gordura saturada, colesterol e um tipo de ferro que vem de proteínas animais.

Dr .Maryam Farvid disse: 'Embora altas quantidades de nitrato e nitrito possam ligar a carne processada ao aumento do risco de câncer de mama, o alto teor de gordura saturada, colesterol e ferro heme encontrado na carne vermelha também pode estar relacionado à associação com câncer de mama.
Esta revisão sistemática e meta-análise, incluindo estudos de coorte prospectivos de carne vermelha e consumo de carne processada com seus ingredientes industriais, fornece evidências concretas que o consumo de carne processada está associado com maior risco de cânceres .

"No entanto, a carne vermelha não foi uma causa significativa de câncer de mama."
Segundo a Dr. Maryam Favid, globalmente, o câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres e a segunda principal causa de morte por câncer.
A Dr. Maryam Farvid disse: “Dadas as variações internacionais nas taxas e tendências do câncer de mama, a importância de identificar fatores de risco modificáveis no estilo de vida é amplamente reconhecida como um meio de reduzir o câncer de mama.

"A carne vermelha é considerada um importante fator de risco alimentar para vários localizações  de câncer, e fornece uma fonte de gordura animal, ferro heme e carcinógenos químicos que podem se acumular durante o cozimento e / ou processamento".
A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) concluiu que o consumo de carne vermelha era um provável carcinógeno humano, enquanto a carne processada era classificada como "carcinogênica para humanos".
Essa classificação foi amplamente baseada na evidência de câncer de colo-retal, pâncreas e próstata para carne vermelha e câncer colorretal ou intestinal para carne processada

Continue lendo após a publicidade
Continue lendo após a publicidade
Estar havendo uma extrema censura por parte dos gigantes da tecnologia. Por isso, incentivamos que todos que desejam receber nosso conteúdo valioso , a se inscreverem na nossa lista de e-mail. - Depois de se increver acesse sua caixa de entrada ou de spam para confirmar sua inscrição.
Se conecte com nós nas redes | Instagram | Facebook |Twitter |Telegram


Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram

Talvez você goste