Causadores de câncer, esses ingredientes tóxicos secretos são comuns nos alimentos e bebidas do Brasil

Causadores de câncer, esses ingredientes tóxicos secretos são comuns nos alimentos e bebidas do Brasil

Você sabia que a cada ano mais de 12, 7 milhões de pessoas no mundo são diagnosticadas com câncer e 7,6 milhões de pessoas morrem vítimas dessa doença? No Brasil, somente este ano, são esperados quase 500 mil novos casos da doença.

Se nada for feito, haverá 26 milhões de casos novos e 17 milhões de mortes por ano em 2030. E a maior parte ocorrerá nos países em desenvolvimento. Não é de se admirar, que estão com uma agenda global de reduzir a humanidade até 2030, a própria ONU disse em seu site, que pretende acabar com a fome no mundo, mas o que vemos é cada vez mais pessoas em situações piores a cada dia, pessoas mais e mais doentes, e mortes, então como a ONU vai acabar com a fome no mundo? Sim, Matando! E o que eles vem fazendo a anos, é de forma silenciosa, usando ingredientes em alimentos na água potável, no ar, praticamente vivemos dentro de um mundo totalmente venenoso nesses últimos anos. 

O benzoato de sódio foi banido da indústria de fabricação de borracha porque muitos trabalhadores expostos a ele desenvolveram leucemia e morreram 

O benzoato de sódio é feito misturando hidróxido de sódio com ácido benzóico, o que lhe confere qualidades altamente destrutivas e solventes. Na Europa, a mídia está gritando para proibir esse "preservativo" tóxico, pois pode estar interferindo no desenvolvimento normal das crianças. A mídia de massa do Brasil, é claro, não vai dizer nada sobre isso. Os cientistas temem a realização de pesquisas sobre o benzoato de sódio, já que eles podem ser “mortos” pela Big Food e pela Grande Pharma, como muitos pesquisadores de câncer, médicos holísticos e pesquisadores de vacinas encontraram se mortos . 

O benzoato de sódio é um carcinogênico conhecido que priva as células humanas do oxigênio, quebra o sistema imunológico e causa o desenvolvimento de câncer no sangue. Nos rótulos dos ingredientes do produto, você verá as frases “preservar frescor” ou “como conservante”. Assim, você se sentirá seguro e confortável quando seu cérebro ingere esses slogans felizes, mas o que seu corpo está tentando digerir é uma mistura perigosa que foi sintetizada em um laboratório usando produtos químicos. 

Isso fica ainda pior. Quando o benzoato de sódio é combinado com vitamina C ou E, o benzeno é formado. É aí que a leucemia entra em ação. No nível celular, o benzoato de sódio priva as mitocôndrias de oxigênio, às vezes fechando completamente a “central” de suas células. É a morte celular programada e, quando as células são privadas de oxigênio, elas não conseguem combater infecções e doenças, incluindo o câncer - a mutação e a divisão descontrolada das células.

O benzoato de sódio prolonga a vida útil dos alimentos e bebidas, enquanto encurta a vida dos seres humanos que consomem regularmente

Verifique seus molhos de salada, geléias, molho de soja, vinagre, sucos de frutas, salsa, molhos, queijos ralados, refrigerantes, enxaguatórios bucais, pastas de dente, xaropes para tosse e centenas de produtos cosméticos para o conhecido agente tóxico e benzoato de sódio carcinogênico. É o inibidor de mofo mais barato do mercado, mas rouba o corpo humano de nutrientes essenciais, auxiliando e incentivando doenças neuro-degenerativas crônicas, como Parkinson e Alzheimer.

Nenhuma pesquisa foi feita pelo FDA para proteger os consumidores de aditivos e conservantes causadores de câncer em alimentos, nem mesmo em nitratos e nitritos (sendo este último o grupo número um de aditivos cancerígenos). O benzoato de sódio é especialmente perigoso porque destrói partes do seu DNA. Ele ataca especificamente as mitocôndrias - células que usam oxigênio para produzir energia. As mitocôndrias controlam o ciclo de vida celular e o crescimento celular.

Para a água de abastecimento público a Organização Mundial de Saúde (OMS)estabelece um limite de 10 partes por bilhão (ppb). Nos Estados Unidos, esse limite é de 5 ppb, e na União Europeia é de 1 ppb. No Brasil, a PORTARIA 2914/2011 fixou um valor limite de 5 µg/L (micrograma por litro).

Já nos produtos alimentícios, particularmente os refrigerantes, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), após relatos da PROTESTE que identificou várias marcas de refrigerantes com altos valores de benzeno em sua composição, emitiu um parecer pedindo a modificação da fórmula de alguns refrigerantes para diminuição da contaminação pelo benzeno.

Outro fator é o tabagismo. De acordo com o Ministério da Saúde, a fumaça do cigarro contém diversas substâncias prejudiciais à saúde, entre elas, destaca-se o benzeno. E isso é vinte vezes mais do que o "nível seguro" máximo para os seres humanos, mesmo que nenhum nível seja seguro para o consumo. Os perigos do consumo de benzoato de sódio são bem conhecidos desde o início dos anos 90. Mas, ei, se você "sente vontade de beber refrigerante diet", faça isso, porque seu seguro certamente cobrirá a quimioterapia mais tarde, certo? Procure ler os rótulos, passe saber sobre as toxinas. Evite o benzoato de sódio, aspartame, sucralose e óleo de canola, ou qualquer outro óleo vegetal.

Saiba mais sobre o assunto em : Quimioterapia
Author Image

Fundador: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais