Ansiedade é doença? Ajudamos você a entender sobre o transtorno

Ansiedade é doença? Ajudamos você a entender sobre o transtorno

Não dá pra negar: na correria doida que vivemos, é difícil não ficar ansiosa com algumas coisinhas. Você já deve ter se perguntado: ansiedade é doença? Mas a verdade é que existe uma grande diferença entre as ansiedades que vivemos diariamente e o transtorno de ansiedade que, na real, é considerado uma doença. O psiquiatra Luiz Scocca ajuda a entender.

Quando ansiedade é doença?

“A ansiedade é doença quando você começa a passar mal por causa dela. Os sintomas que antes eram normais, passam a trazer um incomodo muito grande”, explica o psiquiatra. Sabe quando você dá aquela respirada profunda para tentar relaxar? Então, ela passa a não fazer mais efeito. “É comum ter a sensação de não ter ar suficiente, coração disparado. É como se aquela expectativa comum do dia a dia virasse uma angustia por antecipação. É um medo inexplicado”, explica o especialista.

“Eu posso ter?”

De acordo com Luiz, existem algumas pessoas mais propensas a desenvolver a doença. Elas são, no caso, aquelas que já sofrem de pequenas ansiedades no dia a dia. “É comum, junto com as pequenas ansiedades, virem relatos de pessoas que roem unhas, mordem lápis e canetas e até mesmo arrancam as pontas dos cabelos”, conta Luiz. Por isso, se sentir que a ansiedade está incomodando ou atrapalhando, busque ajuda.

Tratamentos para ansiedade

O tratamento para o transtorno de ansiedade envolve muitas coisas, miga. “Todas as doenças da esfera da ansiedade denunciam um fato muito grave: poucos de nós têm controle sobre as próprias emoções. E isso faz com que a ansiedade se torne uma luta de vida, muitas vezes. Porém, o tratamento começa através de bons hábitos. Atividade física, alimentação equilibrada, beber bastante água”, conta o psiquiatra.

Mas não para por aí: as terapias ajudam muito e você pode escolher o tipo que se identifica mais. Através dela você consegue “a identificação de neuroses, de seus complexos, suas inseguranças e como enfrenta-las. Aprender a controlar a mente e a respiração, e a manter sua cabeça no aqui e agora”, explica.

Ah, também vale lembrar que nem só a terapia pode ajudar. Procurar um psiquiatra pode ser essencial em alguns casos. Por isso, miga, não tenha medo nem vergonha de pedir ajuda.

Entendeu quando ansiedade é doença? Agora, veja algumas atitudes que podem fazer você se sentir melhor:

1.Como você já deve ter percebido, a vida não tem um roteiro fechado e fácil de adivinhar o final como uma comédia romântica. Por isso, quando as situações nos causam incerteza, eis que chega a ansiedade pra deixar você inquieta e cheia de medo de que se dê mal na prova ou de que seu crush não puxe assunto no WhatsApp

2.Uma das coisas que a gente mais faz é imaginar o quanto algo vai ser incrível. Tipo uma festa ou um date com o crush. Depois que acontece, percebemos que foi ok. Às vezes, até abaixo do que sonhamos. Sabe por quê? Fácil, realidade é uma coisa, enquanto na nossa cabeça o crush pode vir montado em um unicórnio. Ficar exigindo perfeição em tudo é o começo pra ansiedade! 

3.Pra não entrar em pânico e se livrar da ansiedade, faça a sua parte pra ter a consciência tranquila. Por exemplo, estude antes da prova (nada de deixar para o último minuto). No caso dos crush, seja você mesma (simpática, legal, divertida) e deixe que as coisas aconteçam. Saber que você fez o que podia já dá um chega-pra-lá na ansiedade. E nada de sofrer por antecipação, mesmo porque isso não resolve nada e você economiza sofrimento

4.Pessoas ansiosas se preocupam muito e, em boa parte das vezes, antes de as coisas de fato acontecerem. É como se nossa cabeça emitisse um alerta de planos B, C, D... Sendo que o A ainda pode dar certo. O que fazer: as coisas só dão errado quando dão, miga. Preocupar-se antes não é nenhuma solução e pode trazer bastante sofrimento. Faça o que estiver a seu alcance para dar certo. Mas, se não der, aí você pensa nas alternativas. Não sofrer por antecedência é a chave para se livrar da ansiedade! 

5.Dormir bem. Porque aí você descansa por inteiro e enxerga melhor a real. Pode reparar: é sempre bom acordar depois de um dia turbulento 

6.Praticar esportes. Porque eles liberam endorfina, responsáveis pela sensação de bem-estar. Ah, sim, seu cérebro fica mais irrigado depois do esporte, ou seja, você vê soluções com facilidade 

7.Meditar. Pois é! Tente ficar quieta em um canto tranquilo da sua casa, sem pensar em nada, só respirando bem fundo... 

8.Meditar. Pois é! Tente ficar quieta em um canto tranquilo da sua casa, sem pensar em nada, só respirando bem fundo... 

9.Procurar uma psicóloga. Se você entendeu, mas não consegue pôr em prática essa matéria, a ajuda de um profissional é o melhor caminho

10.Ter bons amigos com quem possa se abrir (e lhe mostrar o lado bom das situações!) e fazer exercícios aeróbicos porque, logo em seguida, você relaxa super 

Ficar ansioso por longos períodos só causa problemas para o seu corpo, que sente toda essa tensão. Gastrite, diarréia e alergia são só alguns deles. Como se não bastasse, “a tensão exagerada consome muitos nutrientes do organismo e, se você tiver uma alimentação desequilibrada, pode ter queda de cabelo, espinhas e até alterações na menstruação”, explica a psicóloga Olga Inês Tessari. Viu só como é bom dar logo um basta na ansiedade?!

Fonte:
Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais