Como o Sexo Tântrico pode ajudar você no seu relacionamento - Coletividade Evolutiva

Como o Sexo Tântrico pode ajudar você no seu relacionamento

Sexo Tântrico é uma antiga tradição indiana

Eu descobri o que significava o Tantra no ano de 2000, através de livros. Alguns anos depois, conheci uma terapeuta tântrica e instrutora de Yoga, que tinha muitos conhecimentos sobre as técnicas orientais, que atuam na busca pela felicidade e plenitude.

Resolvi me aprofundar no Tantra participando de cursos e palestras. Entre esses conhecimentos, estava o sexo tântrico

O Tantra me ajudou muito na minha busca espiritual, que até aquele momento não tinha uma idéia exata do que buscava e a perceber o encontro sexual como algo muito mais do que o contato carnal.

O sexo tântrico faz parte do Tantra, uma antiga tradição indiana  praticada como uma terapia corporal e que instituiu o culto ao feminino, à felicidade e à arte de amar.

Trabalha o equilíbrio dos chacrasajuda a acalmar a mente e ativa a energia sexual, direcionando-a por todo o corpo para trazer maior sensação de bem-estar e estados mais elevados de consciência.

Essa prática é ideal para casais que tenham esse mesmo objetivo de crescimento individual por meio do Tantra. Os praticantes de sexo tântrico têm uma consciência corporal mais desenvolvida.


A partir desse conceito, é possível obter orgasmos mais duradouros e ganhar mais energia vital e disposição ao longo do ato sexual tântrico.

Para o casal alcançar esse estágio, vai depender de um real interesse pela prática, treinamento e mesmo, em alguns casos, mudanças no estilo de vida do casal.

No sexo tântrico, a massagem tântrica é um dos recursos mais importantes para a conexão emocional, sexual e espiritual do casal.

Nessa prática incluem exercícios mentais e corporais, a fim de ativar a energia sexual.

Posso te garantir que o sexo tântrico é algo tão diferente do que aprendemos no sexo convencional, que não posso deixar de compartilhar com você.

Por isso, reuní um breve passo-a-passo com 5 dicas essenciais para quem quer aprender a fazer sexo tântrico e saber como sentir e compartilhar mais prazer.


5 passos básicos do sexo tântrico

1) Preparando o ambiente

Um dos segredos do sexo tântrico é proporcionar o prazer máximo e duradouro com o estímulo dos cinco sentidos, evitando a penetração até que o casal esteja completamente sintonizados.

Esse é o caminho: explore todo o potencial do aroma, do som e palavras agradáveis, dos toques sutis e na massagem, dos contatos visuais e dos sabores. Tudo em favor do prazer e das sensações, sem a penetração.

Prepare o local com flores, tecidos, almofadas e travesseiros confortáveis, roupa de cama macia e perfumada. Coloque algumas velas aromáticas para iluminar ao redor da área que forem ficar, mas longe de qualquer inflamável. Mantenha uma iluminação penumbra.

Um vinho leve ao alcance para você e sua amada desfrutarem durante o encontro. Uma pequena dose da bebida tem o poder de relaxar o corpo, irradiar um leve calor através da pele e afastar bloqueios, mas em excesso torna-se anafrodisíaca, paralisando os órgãos sexuais. Água é fundamental para a hidratação.

Chocolates, mel e frutas afrodisíacas como: morangos, figo, romã, maçã e pequenas fatias de abacate ajudam a manter a energia do casal e ativar os sentidos do paladar e olfato.

Caso desejem manter o ambiente levemente perfumado, use um difusor de óleo essencial com aroma relaxante. Rosa, sândalo, jasmim ou menta são os mais indicados, pois eles são afrodisíacos e ativam os sentidos do olfato.

Deixe uma música agradável tocando ao fundo, que seja a gosto de ambos.


2) Preparem mente, corpo e emoções

Prepare-se para curtir esse momento a dois com mente e coração abertos. Se rolar algum incomodo, você pode ignorá-lo, mas tente lidar com qualquer sensação de desconforto a dois. Geralmente são sentimentos de vergonha ou timidez.

Ao longo da prática, procure manter um ambiente descontraído para vocês, e mostre curiosidade para encontrar novas formas de interação prazerosa.
Tomem banho e alonguem-se juntos, mas sem qualquer toque sexual. Fiquem de frente, sempre olhando nos olhos dela, criando uma conexão de intimidade e cumplicidade.
Vistam-se com roupas confortáveis, que permitam liberdade de movimentos. Roupas íntimas, lingeries ou shorts, e uma camisa solta funcionam bem para os dois. Vocês podem praticar o sexo tântrico nus, mas como a preparação para a transa é um acúmulo gradativo de energia sexual, geralmente o início são vestidos. Evitem moletons e espartilhos.

 

3) Entrando em sintonia com a(o) amada(o).

Casal Conectado

Depois do banho e alongamento, sente-se confortavelmente de frente para o outro. Vocês podem se sentar de pernas cruzadas ou cobrir as pernas dela sobre as do homem (posição de Yab-Yum), para que a energia das suas regiões eróticas fique mais próximas. Sinta o som da música ambiente e sincronizem lentamente as suas respirações.
"Yab-Yum" é uma posição básica do sexo tântrico. Pode ser realizada com ambos nus ou vestidos. O homem senta-se com as pernas cruzadas enquanto a mulher senta-se em cima do seu colo, de frente um para o outro e se abracem. Essa posição ajuda a apreciar fisica e mentalmente ambos ao máximo, além do contato visual intenso e mutuo, tentando sincronizar suas respirações.
Yab-Yum - Posição básica do sexo tântrico

À medida que o casal relaxa em cada etapa do sexo tântrico, as emoções vão fluindo. Procurem observar e entender cada reação do outro, percebam seus próprios sentimentos e pensamentos, se a tensão aumenta ou diminui.
Respirem juntos. Diminua a respiração e sincronize suas inspirações e expirações simultaneamente, enquanto olha nos olhos dela(e). Se preferir, coloque sua mão no peito da(o) parceira(o) para sentir o seu coração bater. No caso do homem, sempre conduzindo a sua amada durante o processo. Continuem a respirar até que cada um de vocês sintam-se relaxados e receptivos um ao outro. 
Olhem nos olhos por um longo tempo - Já ouviu a expressão "os olhos são as janelas da alma"? É por aí...Vai rolar um desconforto no início, mas continuem a olhar nos olhos um do outro, até que vocês fiquem confortáveis com a prática. Não há tempo estabelecido para a troca de olhares. Uma vez que sintam confortáveis, a conexão foi estabelecida.

Experimentar cada sentimento e pensamento, e compartilhar essas sensações com sua parceira e vice-versa é importante para promover uma profunda conexão emocional e espiritual.

Quando vocês estiverem respirando juntos e totalmente conectados através dos olhares, diga para ela, bem pertinho do seu ouvido, palavras de afeto, como: “Eu amo você” ou “Eu sinto prazer com o seu toque”. Seja sincero em suas palavras e diga exatamente como você se sente, sem temer como isso pode ser percebido. Troquem declarações de amor e afeto durante a troca de olhares.

Mantendo a respiração sincronizada, comecem com um "beijo tântrico", da seguinte forma: Com os lábios ligeiramente abertos e em contato, inspirem e expirem suavemente juntos, compartilhando e sincronizando a mesma respiração. Só então vocês devem juntar seus lábios em um beijo suave, lento e sensual. Se vocês ainda não estiverem na posição de "Yab-Yum", mude para ela. Abracem-se carinhosamente, beijem-se e respirem juntos.
Esse é o sentido exato da conexão entre você e a sua parceira, para desfrutarem do sexo tântrico. Mantenham esse contato visual durante toda a prática.

Comece a massagem tântrica no corpo inteiro, por pelo menos 30 minutos. Você pode incluir penas, seda, cera quente ou gelo para criar diferentes sensações, ativando o sentido do tato.

A parceira começará recebendo a sua massagem, com o rosto virado para baixo. Inicie com toques suaves e provocantes nas regiões não-erógenas dela. Esses toques podem se tornar mais profundos e mais sexuais com o passar do tempo, pelo menos 30 minutos.

A penetração e o orgasmo não são os objetivos. Após percorrer todo o corpo da parceira e regiões não-erógenas, peça e a ajude a virar lentamente a face para cima, fazendo o mesmo tipo de massagem, toques e movimentos sutis com as pontas dos dedos, despertando as sensações, agora mais próximas dos órgãos genitais e seios, mas sem tocá-los.


4) O Ato Sexual Tântrico

Sentiu que chegou a hora? Vocês decidem se vai rolar a penetração ou simplesmente terminar a prática deitando lado-a-lado, em um completo estado de relaxamento. O ato sexual não é o foco do sexo tântrico. É apenas uma das opções.

Se rolar sexo entre vocês, vá devagar e escolha posições que fortaleça as conexões com o outro, favoreça ao controle da ereção e da ejaculação e permitam manter o contato visual. E o mais importante:  permaneçam conscientes e focados nas sensações e na experiência.


5) Ejacular ou não?

Brahmacharya significa contenção sexual e é um dos princípios fundamentais do sexo tântrico. No caso dos homens, corresponde a não-ejaculação, e no caso das mulheres, sem orgasmos clitorianos(ou explosivos).

São raros os homens que sabem a diferença entre orgasmo e ejaculação (sim, não são a mesma coisa!) e que, não só as mulheres, você também podem ter orgasmos múltiplos ou de corpo inteiro. E que a sua parceira pode chegar a ter 7(!!!) tipos de orgasmos diferentes!

Homens que não ejaculam conseguem prosseguir por horas no sexo, e é aqui que desvendamos mais um segredo. Homens e mulheres precisam de quantidades distintas de tempo para obter o orgasmo. Um homem que pratica brahmacharya (brahmachari), aprendeu a controlar o tempo da ejaculação através da técnica para não atingir o ponto de não retorno (fase em que a excitação é tão intensa que inevitavelmente vai acontecer ejaculação).

Da mesma forma, a mulher que aprendeu técnicas de pompoarismo, conhecer seu próprio corpo e a explorar diferentes formas de orgasmo, será capaz de evitar o orgasmo clitoriano e buscar outras experiências.

Você pode explorar os elementos do sexo tântrico como e o quanto quiser. Não há limite de tempo. Se permitam e aproveitem os prazeres tântricos da maneira que mais curtirem.

Se inscreva por e-mail e receba nossas novas atualizações em seu e-mail


Author Image

Autor: Prazer em Tantra
Alexandre Lourenço é fundador do site Prazer em Tantra, desenvolvido para contribuir com pessoas que desejam desenvolver o despertar consciente e espiritual, através da filosofia tântrica. É publicitário, cineasta e autor do livro digital "Guia do Sexo Tântrico". Saber Mais


Deixe um comentário sobre isto!