Dieta com alto teor de gordura provoca a propagação do câncer de próstata revela novo estudo - Coletividade Evolutiva

Dieta com alto teor de gordura provoca a propagação do câncer de próstata revela novo estudo


Pesquisadores Beth Israel Deaconess Medical Center (BIDMC) , realizaram um novo estudo que foi publicado nas revistas Nature Genetics, e Nature Communications, revelaram que seguir uma dieta rica em gosdura aumenta o risco de metástase de câncer de próstata.

Os pesquisadores descobriram que os modelos de ratos que não possuíam os genes supressores de tumores PTEN e PML desenvolveram metástases. Da mesma forma, os especialistas observaram que a ausência de ambos os genes pareceu estimular a produção de gordura nos animais, o que, por sua vez, facilitou a disseminação de células cancerosas. Os pesquisadores analisaram ainda mais o padrão alimentar dos animais e descobriram que o aumento dos níveis de gorduras saturadas levou ao início de tumores agressivos e metastáticos.

No entanto, os cientistas também sugeriram que uma molécula anti-obesidade conhecida como "fatostatin" pode ter potencial para atenuar o risco de metástase induzida por gordura. Os especialistas testaram a molécula nos modelos animais e observaram que a molécula mostrou eficácia significativa no bloqueio da lipogênese. A equipe de pesquisa também observou que a molécula anti-obesidade estimulou a regressão tumoral e impediu a metástase.

"A progressão do câncer para o estágio metastático representa um evento fundamental que influencia os resultados dos pacientes e as opções terapêuticas disponíveis aos pacientes. Nossos dados fornecem um forte fundamento genético para os mecanismos subjacentes à progressão metastática e também demonstramos como os fatores ambientais podem impulsionar esses mecanismos para promover a progressão do câncer metastático primário para o avançado ", disse o autor principal, Dr. Pier Paolo Pandolfi, ao Science Daily on-line

Outro estudo liga a ingestão de gordura saturada ao início do câncer de próstata

Outro estudo publicado na revista Próstata Câncer e Doenças Prostáticas demonstrou uma correlação negativa entre o consumo de gorduras saturadas e o câncer de próstata. Uma equipe de especialistas em saúde da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hillreuniu dados do North Carolina-Louisiana Prostate Cancer Project como parte do estudo. O projeto tinha uma população de coortes de 1.854 homens com câncer de próstata recém-diagnosticado, 17 por cento dos quais tinham câncer altamente agressivo.

Os resultados mostraram que os pacientes com maior ingestão de gordura saturada tinham até 51 por cento mais probabilidades de desenvolver câncer altamente agressivo em comparação com os que apresentavam menor consumo. Do mesmo modo, níveis elevados de colesterol foram associados com um risco aumentado de câncer agressivo, especialmente entre brancos.

Além disso, a equipe de pesquisa descobriu que pacientes com câncer de próstata mais agressivo apresentaram maior consumo diário de calorias e colesterol. Esses pacientes também apresentaram uma porcentagem maior de calorias de gordura em suas dietas, explicaram os cientistas. Além disso, os especialistas revelaram que homens com câncer mais agressivo comeram mais gorduras saturadas e menos gorduras poliinsaturadas em comparação com pacientes com câncer menos agressivo.

"Uma dieta rica em gorduras saturadas contribui para níveis elevados de colesterol no sangue. [Pessoas] podem reduzir a quantidade de gorduras saturadas em suas dietas, escolhendo a ingestão de carne magra e produtos lácteos com baixo teor de gordura. Controlar o teor de gorduras saturadas na dieta pode ser importante não só para prevenção de doenças cardiovasculares e saúde geral, mas também para prevenção agressiva de câncer de próstata ", disse o autor principal Emma Allott em um artigo da Fox News .

"Há uma série de coisas que os homens podem fazer para reduzir o risco de câncer de próstata avançado ou letal. [Estes incluem] não fumar, ter um peso corporal normal, alta atividade física e alta ingestão de tomate e peixe de carne escura (por exemplo, atum, cavala, salmão, sardinha) e baixa ingestão de carne processada ", disse o pesquisador Stacey Kenfield .
Se inscreva por e-mail e receba nossas novas atualizações em seu e-mail


Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um ávido pensador livre, eu partir em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais


Deixe um comentário sobre isto!