Coletividade Evolutiva - Seja a Mudança , O bebê nasci em condições raríssima: com o coração crescendo fora do seu corpo (Vídeo) , MUNDO , NOTICIAS ,

O bebê nasci em condições raríssima: com o coração crescendo fora do seu corpo (Vídeo)

Vídeo logo abaixo

Ela era do tamanho de uma uva no útero quando os médicos diagnosticaram uma condição rara e colocaram suas chances de sobrevivência abaixo de zero.
Mas o bebê Vanellope Hope - cujo coração batendo cresceu do lado de fora de seu corpo - desafiou oito em um milhão de chances e tem três semanas de idade.
Foi preciso uma incrível equipe de 50 médicos, parteiras e enfermeiras para entregá-la com segurança em uma operação raramente realizada com sucesso na Grã-Bretanha.
E seus pais alegres - que haviam descartado os primeiros conselhos para abortar a gravidez - mostraram a filha do milagre que eles nunca pensaram que teriam.
Vanellope está se recuperando de três operações extraordinárias que mudou seu coração que avia crescido do lado de fora do seu peito para dentro de seu corpo.

Sua condição, ectopia cordis, foi descoberta durante uma varredura às nove semanas após a gravidez. 
Os pais foram avisados ​​de que seu bebê poderia ter anormalidades cromossômicas, potenciais danos ao coração e à circulação, e provavelmente não sobreviveria até o nascimento.
A mãe expectante Naomi Findlay, de 31 anos, lembrou: "Eu explodi em lágrimas. A condição veio com tantos problemas.

O seu parceiro, Dean Wilkins, disse: "Foi-nos dito que nossa melhor opção seria abortar nosso bebê ai meu mundo desabou!

"No final, acabei dizendo que o aborto não é uma opção para mim. Se [a morte] acontecesse naturalmente, então seja assim ".

Mas a esperança começou a retornar quando Frances Bu'Lock, consultora de cardiologia pediátrica do Glenfield Hospital, Leicester, realizou exames adicionais às 13 e 16 semanas e descobriu que - além de seu coração estar no lugar errado - Vanellope 'parecia essencialmente normal'.

O Sr. Wilkins, de 43 anos, disse: "Quando ela começa a mover os braços, você sente:" Ela esta viva e parece bem

Aflitos em sua luta por seu bebê, o casal, de Nottingham, pagou por um exame de sangue especial para verificar problemas cromossômicos. 

O Sr. Wilkins disse: "Quando os resultados desse teste voltaram como baixo risco de qualquer anormalidade, pulamos para cima e para baixo na sala de estar e choramos. Naquele momento, decidimos lutar para dar a nossa filha a melhor chance de sobreviver.




Os médicos começaram a elaborar um plano extremamente complexo, realizando exames de ultra-sonografia e ressonância magnética na parede torácica, nos pulmões e no cérebro do bebê.

O Dr. Bu'Lock disse: "Nós nos reunimos com uma equipe de médicos de medicina fetal, obstetras, anestesistas, cirurgiões cardíacos e abdominais e cardiologistas para revisar toda a informação disponível e discutir a melhor forma de planejar uma  cirurgia e cuidados subseqüentes. 

"Foi decidido que o parto por cesariana seria o melhor para reduzir os riscos de infecção, riscos de trauma ou esmagamento do coração durante o parto, e que a cirurgia para fornecer algum tipo de cobertura para o coração seria necessária imediatamente após o bebê ser entregue . '

Quando ela estava grávida de 35 semanas e meia, às 9 horas do dia 22 de novembro, a Srta. Findlay foi levada para um teatro cardíaco no Glenfield Hospital.

Ela conheceu os 50 médicos, parteiras e enfermeiras que foram divididos em quatro equipes para entregar o bebê, manter a mãe segura e realizar a cirurgia cardíaca complexa.
 Veja o Vídeo abaixo



Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Finalmente, como muitos de vocês, eu min sentir sobrecarregado, irritado e descrente, e decidir parar de assistir, e fazer algo positivo para ajudar a mudar o status do qual viv emos. Esse foi o dia em que o Coletividade Evolutiva nasceu! Saber Mais


0 Participe da discussão :

Postar um comentário