QUIMIOTERAPIA DA MORTE: VEJA COMO A FALSIDADE ESTÁ NOS FALSIFICANDO



A investigação de inovações, invenções, tratamentos, curas suprimidas e assim por diante revela rapidamente que o sistema de revisão que regulam o que é permitido nos informar é indiscutivelmente melhor em uma coisa acima de todas as outras: a censura. Isso pode significar a censura de tudo, desde pontos de vista contrários até inovações que tornam os dogmas, produtos ou serviços favoravelmente obsoletos (ameaças econômicas) dependem das circunstâncias.
A Dra. Marcia Angell, da Escola de Medicina de Harvard, é a ex-redatora do New England Journal of Medicine , onde passou vinte anos por documentos científicos, saturada nas práticas duvidosas que permeiam o mundo da pesquisa médica. Ela afirma sem rodeios:

"Não é mais possível acreditar em grande parte da pesquisa clínica que é publicada, ou confiar no julgamento de médicos confiáveis ​​ou diretrizes médicas autorizadas. Eu não me agrada nesta conclusão, que eu alcancei lenta e relutantemente durante minhas duas décadas como editor do The New England Journal of Medicine ".


A Big Pharma, os médicos a Mídia corporativa e outros envolvidos na "Indústria do Câncer" obtêm um grande lucro cada vez que um paciente com câncer se submete ao modelo convencional de tratamento "Big 3", envolvendo 1) cortando partes essenciais do corpo através de intervenção cirúrgica, 2) envenenamentocom quimioterapia, ou 3) queimar o corpo com radiação ionizante ... ou talvez uma combinação bárbara dos três, daí a gíria " cortar, vencer, queimar".

A quimioterapia foi descoberta durante a Segunda Guerra Mundial quando um navio que transportava mostarda de enxofre - um agente nervoso para ser usado na guerra química - foi bombardeado e as tropas a bordo foram expostas ao produto químico. Aqueles homens afetados testaram a medula óssea e os sistemas linfáticos empobrecidos - células que, naturalmente, se dividem mais rapidamente do que outras células. Os cientistas, na época, se perguntavam se o gás de mostarda poderia ser usado no tratamento de células cancerosas que também se dividem mais rapidamente do que as células normais no corpo humano.
Então, se você entrar em uma clínica de tratamento de câncer com um tipo de câncer, e você se permite ser injetado com quimioterapia, freqüentemente um segundo tipo de câncer se desenvolve como resultado. Seu oncologista muitas vezes afirmou ter tratado com sucesso seu primeiro câncer, mesmo quando você desenvolve um segundo ou terceiro câncer diretamente causado pela quimioterapia usada para tratar o câncer original.saiba mais aqui

A fraude de quimioterapia é exposta

A quimioterapia tem sido considerada um tratamento eficaz contra o câncer. No entanto, um estudo recente sugeriu o contrário : de acordo com pesquisadores do Albert Einstein College of Medicine, a quimioterapia pode realmente ajudar a espalhar a doença.
Para os fins do estudo, os pesquisadores analisaram os efeitos da quimioterapia em pacientes com diagnóstico de câncer de mama. Embora o tratamento tenha sido efetivo na redução de tumores, isso foi apenas a curto prazo. Eles descobriram que as drogas usadas em quimioterapia poderiam, de fato, encorajar a propagação e crescimento de células cancerosas em todo o corpo.

Desde que a quimioterapia foi introduzida na prática da medicina ocidental, médicos e oncologistas estão tentando responder a esta pergunta irritante: por que a quimioterapia parece funcionar no início, mas as células dos tumores de câncer crescem de forma ainda mais agressiva enquanto o corpo se torna Resistente à quimioterapia?
A quimioterapia é uma fraude médica. Ao invés de aumentar a resposta imune dos pacientes, prejudica o sistema imunológico, fazendo com que os tumores cresçam de volta. Esta pesquisa mais recente confirma o que sabemos há anos na comunidade de saúde holística: que a quimioterapia é, de forma clara, venenosa. Não é "tratamento", não é remédio, e não é prevenção ou cura. É um veneno com praticamente nenhum valor medicinal, exceto em talvez um a dois por cento dos casos de câncer. Saiba mais aqui


O Caso de Marcelo Rezende e a mídia podre

Em nossa sociedade de hoje - ou pelo menos muitas coisas são. Nosso mundo está cheio de uma quantidade extraordinária de mentiras, decepções, desinformação,fraude, fachadas, miragens, propaganda e lavagem cerebral. O bom é que, uma vez que você despertar para o engano, você pode usá-lo como uma ferramenta para aumentar sua consciência. A idéia de que praticamente tudo é falso pode ser mais empolgante do que deprimente. Certo, todos nos sentimos sobrecarregados, tristes, irritados e impotentes às vezes quando vimos o quão facilmente nossos líderes (mis) podem enganar as massas com sofismas e retórica vazia, mas todos foram colocados lá para desafiar-nos para acordar de forma mais rápida e completa, e recuperar o nosso mundo. Saiba mais aqui

(A Mídia Mainstream), ou mídia podre e suas "notícias", que é essencialmente entretenimento corporativo,em vez de informação, se dá desinformação, deixando o povo distraídos e idiotizados, Não há nada equilibrado, imparcial ou justo sobre as notícias dos da mídia corporativa. No Brasil ,EUA, na Austrália e em muitas outras nações ocidentais, a notícia é dominada por um punhado de corporações com fins lucrativos que estão legalmente obrigadas a fornecer um retorno sobre o investimento aos seus acionistas. Isso significa executar peças de "notícias" que promovam a agenda dos proprietários corporativos (especialmente a agenda militar ) ou a censura de histórias que prejudicariam aliados e anunciantes políticos (como Big Pharma, que é o maior contribuidor de fundos para propaganda .saiba mais aqui

Acesse aqui para saber quem é  : Lair Geraldo Theodoro Ribeiro

Não quero aqui afirmar ou descordar, mas talvez depois de ter lido este artigo você concorde com meu pensamento pessoal, que é , talvez por conta de Marcelo Rezende ter feito uma sessão de quimioterapia, que ocorreu dele ter o câncer avançado tão rápido. Deixe seu comentário conosco diga o que você acha .


Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais