ATIVISTAS DOS DIREITOS HUMANOS ESTÃO PEDINDO 8 PAÍSES QUANTO ESTÃO ESPIONANDO UNS AOS OUTROS


A nossa privacidade. WikiLeaks, revelou quanta privacidade estamos vulneraveis, com um exemplo da CIA usando TVs populares, smartphones e carros para espionar seus proprietários.
De acordo com Alex Rice , diretor de tecnologia da Hacker One, um start-up que contrata hackers para relatar lacunas de segurança para empresas e organizações em troca de dinheiro, "O argumento de que há algum terrorista usando uma TV Samsung em algum lugar, guando na verdade sabemos bem que não e exatamente isso que querem.
Mas o quanto o governo está espionando as pessoas? Infelizmente, isso é difícil de dizer, já que os governos podem recorrer às agências de inteligência de outras nações para ignorar suas próprias leis, limitando a espionagem em casa.
O governo que espia seus cidadãos é um poder incrivelmente intrusivo que permitiu a monitoração, constrangimento, controle e desgraça de indivíduos. Sendo tão invasivo, existem muitas leis em vigor para evitar o abuso e ignorar esses controles legais podem levar uma pena de prisão forte nos EUA,mas aqui no brasil nem tanto. E, no entanto, com cada vez mais vazamentos sobre as pessoas no poder usando sua autoridade para descobrir o que Eles acreditam ser informações valiosas e necessárias para a segurança de seus próprios habitantes, parece que o assunto, suas legalidades e as lacunas que se seguem não podem ser evitadas.
É por isso que a Rede Internacional de Organizações de Liberdades Civis ( INCLO ) foi formada - para promover os direitos e liberdades fundamentais e para expor as regras secretas que regem o funcionamento das agências de inteligência. Composto por organizações como a União Americana de Liberdades Civis (ACLU) nos EUA e organizações similares no Reino Unido, Canadá, Irlanda, Hungria, Rússia, Argentina e África do Sul, a INCLO anunciou recentemente uma iniciativa de transparência em que cada organização participante arquivou a liberdade - Pedidos de informação com seus respectivos governos. Os pedidos pedem que revelem quaisquer acordos de compartilhamento de informações com outros países.
E ao receber as referidas práticas de espionagem, a INCLO prometeu publicá-las em seu site - o que, se você der uma olhada, você notará que está em andamento.
A esperança da INCLO é determinar se algum destes acordos serve de lacunas para que os países se ajude espião sem sucumbir às suas regras locais. Eles esperam que outros grupos se encaminhem, ingressando nos pedidos de informações de arquivo também.

A ACLU escreveu em uma declaração :

O impulso público alcançou progressos significativos no restabelecimento da transparência e no restabelecimento das normas de privacidade em contextos domésticos. No entanto, os acordos de compartilhamento de informações continuam sendo um ponto crítico cego, potencialmente fornecendo às agências de inteligência um backdoor para evitar salvaguardas legais e reter dados de vigilância. A iniciativa de hoje é o primeiro passo para descobrir a extensão dessa ameaça.

Entre os acordos de compartilhamento de inteligência mais conhecidos é Five Eyes , que envolve um acordo entre os EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. As pessoas estão acusando os países de usar o acordo para espionar os cidadãos uns dos outros. Enquanto a NSA, por exemplo, está proibida de espionar os americanos, os céticos temem que a aliança esteja permitindo que as agências obtenham os dados de vigilância dos americanos do GCHQ britânico e vice-versa.
Author Image

Autor: Fabio Allves
Fundador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade de qualquer forma que ela venha. Desde meu despertar há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. A informação está livremente correndo nas mãos do público, então o meu objetivo é ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar e fazer parte da inevitável mudança que acontece ao desperta a sociedade. Saber Mais