Confira a lista das principais marcas envolvidas na Operação Carne Fraca

Compartilhe

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira operação que investiga a venda de carne adulterada no país. São 22 empresas suspeitas, donas de marcas conhecidas no mercado

Na Operação Carne Fraca deflagrada pela Polícia Federal, nesta sexta-feira, o consumidor foi surpreendido com a informação que grande parte da carne vendida no país é adulterada.
As investigações da PF envolvem grandes grandes frigoríficos, donas de marcas conhecidas no mercado. Confira abaixo as marcas mais conhecidas das duas maiores empresas brasileiras investigadas na operação.

Você pode nos ajudar e ajudar você mesmo, comprando o E-book (Cultivando Horta Orgânica)- Nessa "pandemia" um colapso está chegando, principalmente de alimentos, - Cultive seus próprios alimentos em casa enquanto há tempo, mesmo sendo iniciante produza alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos e fique preparado para o colapso...Comprar E-book

Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Por favor, considere apoiar o nosso site.Fazer uma doação!
Compartilhe
Continue lendo após publicidade
Continue lendo após publicidade
Tags:

Fabio Allves

Fabio Allves
Criador do Coletividade Evolutiva; Um autodidata ávido pensador livre, eu parti em uma missão em busca da verdade e despertar. Desde meu autoconhecimento há vários anos, minha paixão por conhecimento e justiça me levou a uma jornada em busca de pesquisas profundas. Questionando as raízes que constitui aparentemente nossa “realidade”, e como o condicionamento social afeta nossa busca coletiva pela verdade em todos os aspectos da vida. Tem como objetivo trazer às informações que está livremente correndo nas mãos do público, para ajudar a facilitar o fluxo complexo de informações, de modo que outros posam facilmente alcançar seu próprio despertar. | Telegram